Grande Vitória

Gestão dos quiosques de Camburi anuncia dois novos espaços para o verão

COMPARTILHE
A orla de Camburi, em Vitória, vai receber dois novos quiosques a tempo da chegada do próximo verão. Um deles terá 1.800 m² entre área coberta
68
Advertisement
Advertisement

A orla de Camburi, em Vitória, vai receber dois novos quiosques a tempo da chegada do próximo verão. Um deles terá 1.800 m² entre área coberta e areia, um mega quiosque que ocupará o espaço do K8 e K9, e tem previsão de inauguração ainda em setembro. O projeto, com investimento na casa dos R$ 4 milhões, prevê quadras para beach tennis e futevôlei, área de contemplação e um restaurante de alta gastronomia, que irá funcionar durante a noite.

Continua depois da publicidade

Trata-se de mais uma curadoria da Ecos Eventos, concessionária responsável pela administração dos quiosques. “A Ecos busca os melhores empreendimentos para ocupar cada faixa da praia respeitando sua característica. Para o ‘vazio urbano’ em frente a área do aeroporto buscamos um empreendimento que leve publico para uma área que sempre ficou sem uso pela população dada a falta de atrações naquela região”, diz Érica Semião, CEO da concessionária.

Já o segundo projeto será uma casa de samba batizada “Repique”. Ela ficará localizada onde hoje é o K7. Com dois andares – térreo e mezanino – o local está sendo montado em estrutura de aço e com vista para o Convento da Penha. Com inspiração nas casas de samba do Rio de Janeiro, o projeto tem previsão de inaugurar até novembro deste ano, com comida de bar e muito samba. O empreendimento será operado pelo grupo 21Vinte7, mesmo proprietário das casas Wanted, Unagi e Barlavento.

A Ecos Eventos é responsável pela gestão dos quiosques de Camburi até 2028. Por lá, dos 14 quiosques, 11 estão funcionando e estes três citados estão em obras. Até o verão, todos estarão em pleno funcionamento.

Continua depois da publicidade

“Essa etapa de Jardim Camburi ficou com cronograma prejudicado por vários motivos. O principal deles :a prefeitura não tinha projetos dos quiosques construídos nos arquivos, desta forma a concessionária foi obrigada a refazer todos os projetos por sua conta e despesas, o que levou 13 longos meses para regularização e adequação dos projetos na própria prefeitura”, explica Semião.

Até o momento foram investidos R$ 15 milhões na orla e gerados mais de 500 postos de trabalho.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here