Grande Vitória

Educação mais conectada: estudantes de Vitória recebem tablets com internet

COMPARTILHE
Conexão direta com o mundo, em uma ação inédita na capital capixaba. Um horizonte aberto para o futuro na palma das mãos. A utilização de
Tablets são entregues aos alunos em solenidade com o prefeito na EMEF Maria José Costa Moraes.
46
Advertisement
Advertisement

Conexão direta com o mundo, em uma ação inédita na capital capixaba. Um horizonte aberto para o futuro na palma das mãos. A utilização de tablets na educação é uma inovação que vem para melhorar o ensino e a forma de aprender. Estudantes do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) começam a receber os tablets com internet nas unidades de ensino de Vitória. São 15.249 estudantes que poderão levar os tablets para casa, ampliando o uso da tecnologia nos processos educativos das escolas municipais.

Continua depois da publicidade

A entrega dos 29 mil tablets começou nesta terça-feira (14), na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Maria José Costa Moraes, em São José, na Grande São Pedro. O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, deu início à entrega dos 413 equipamentos a estudantes da Emef, junto à secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner, e outras autoridades.

“Hoje estamos aqui reduzindo a desigualdade. Nossos estudantes terão internet dentro de casa, com acesso à plataforma AprendeVix. No sábado, estivemos na Grande São Pedro para dar ordem de serviço para a construção da nova sede do último Cmei de madeira de Vitória, que será um Cmei modelo, o Geisla da Cruz Militão. É essa página que viramos em Vitória, tiramos o dinheiro de privilégios para poucos e distribuímos para a cidade. A partir de agora, o seu filho vai estar em casa, acessando a plataforma AprendeVix e fazendo atividades, dever de casa, aprendendo. Agora temos um instrumento de comunicação online para os estudantes de Vitória”, destacou o prefeito Pazolini.

Investimento na educação

O investimento na compra dos tablets com internet é de R$ 25.598.700. Cada estudante a partir do 5º ano receberá um tablet equipado com capa, película de proteção, cabo USB, carregador, fones de ouvido e um chip com dados móveis (6Gb) já instalado. Os 11.864 estudantes do 1º ao 4º ano do Fundamental, além das crianças da Educação Infantil, terão acesso aos tablets em atividades nas unidades de ensino.

Continua depois da publicidade

“Que alegria ver esse auditório cheio. Agradecemos a presença dos senhores pais e mães aqui. Durante a minha vida como professora e diretora, sempre defendi que as melhores escolas deveriam estar nas comunidades, nas periferias. Hoje estamos trazendo a tecnologia para reduzir a distância entre os nossos estudantes. A gente tem certeza que existe um compromisso dessa gestão do prefeito Lorenzo Pazolini que é a redução das desigualdades”, afirmou a secretária Juliana.

A compra dos tablets com internet para os estudantes integra o Plano Vitória, com investimentos de R$ 1 bilhão, até 2024, lançado em setembro do ano passado pelo prefeito Lorenzo Pazolini. O Plano Vitória é fruto do ajuste fiscal e financeiro realizado pela atual gestão e prevê ações em educação, saúde, infraestrutura, mobilidade, urbanização, habitação, equipamentos esportivos e culturais e tecnologia.

“Eu acho que vai ser bom pros estudos, vai ajudar bastante a gente. Vai ser melhor para fazer pesquisa, estudar mais. É uma novidade, eu nunca entrei num aplicativo de jogos para estudar”, contou a estudante Yasmin Quinquim, do 7° ano, a primeira estudante a receber o tablet na rede.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Ao lado dela, a mãe Iane Bazílio aprovou a novidade do recurso tecnológico para a filha. “É um bom investimento e uma resposta de igualdade. Nossos filhos terão acesso à Internet e novas atividades. Será uma ferramenta a mais pra educação dela”, destacou.

Escolas piloto

A entrega dos tablets será feita para um período de testes e observação em cinco escolas de ensino fundamental: Emef Maria José Costa Moraes, em São José; Emef Adão Benezath, em Antônio Honório; Emef Ceciliano Abel de Almeida, em Itararé; Emef Éber Louzada Zippinotti, em Jardim da Penha; e Emef Maria Leonor Pereira da Silva, em Santa Lucia.

Nessa primeira entrega, serão 1.920 equipamentos distribuídos. As demais unidades de ensino começarão a receber os tablets a partir do dia 23 de junho.

“É com muita alegria que começamos em nossa escola a entrega dos tablets. A inclusão digital não pode ser deixada de lado na educação. A escola está muito honrada. Deixo aqui o nosso muito obrigado. Nossos estudantes vão aproveitar muito bem esse recurso que nos inclui no processo educacional”, ressaltou o diretor da Emef Maria José, João Everaldo Assis.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here