Política Regional

Deputado estadual Bruno Lamas pede mais respeito às mulheres

COMPARTILHE
O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) chamou a atenção no último (26) ao discursar para pedir mais respeito às mulheres, durante o evento de entrega
56
Advertisement
Advertisement

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB) chamou a atenção no último (26) ao discursar para pedir mais respeito às mulheres, durante o evento de entrega da primeira etapa da Rodovia das Paneleiras, que liga Vitória a Serra, e anúncio das obras do viaduto do Complexo de Carapina, que reuniu o governador Renato Casagrande (PSB) e o prefeito serrano, Sergio Vidigal (PDT), além de diversas autoridades.

Continua depois da publicidade

Em seu discurso, Bruno chamou a atenção das câmaras de Vitória e da Serra por episódios envolvendo o desrespeito às mulheres, na figura das vereadoras da Casa.

Na última semana, a vereadora de Vitória Karla Coser (PT) e a da Serra Raphaela Moraes (Rede) foram hostilizadas por colegas de parlamento. Karla foi chamada de “mimada”, “sem noção” e “sem legitimidade para falar” e Raphaela recebeu adjetivos pejorativos, tais como: “hipócrita” e “descontrolada”.

“Quero cumprimentar as mulheres nas figuras da Márcia Lamas (ex-vice-prefeita) e Jacqueline Moraes (vice-governadora). Também quero saudar a Karla Coser. O que aconteceu nas câmaras de Vitória e da Serra é inadmissível. Homens precisam respeitar as vozes femininas!”, declarou, sendo muito aplaudido pela plateia, formada por muitas mulheres.

Continua depois da publicidade

E continuou: “Nosso Estado já deixou há muito tempo de ser uma chacota nacional para ser o mais organizado e transparente. Não podemos admitir esse tipo de comportamento em terra capixaba. Karla, mantenha a sua pegada!” A vereadora petista, que estava presente no palco, agradeceu com um sorriso e estendeu o braço para um cumprimento.

A luta pela defesa dos direitos da mulher não é uma novidade no mandato do parlamentar. Na última semana, ele pediu urgência no projeto de sua autoria que cria a Comissão Permanente de Combate à Violência Contra a Mulher na Assembleia Legislativa.

O colegiado seria específico para investigar denúncias, discutir e buscar políticas públicas de combate à violência doméstica, sem custos para a Casa, usando os servidores que já atuam no Legislativo estadual. A atitude ocorreu um dia depois que um vídeo viralizou nas redes sociais, mostrando o procurador Demétrius Macedo, da cidade de Registro (SP), agredindo com socos e pontapés a colega e chefe hierárquica, Gabriela de Barros. Acabou preso e suspenso do trabalho.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O parlamentar também tem estimulado o empreendedorismo feminino por meio de uma parceria com o evento “Café com a Lis”, que busca despertar mulheres para suas capacidades com a troca de experiências.

Bruno também lembrou que no próximo sábado (2) será o último dia para os pré-candidatos participarem de inaugurações e ordens de serviço, o que faz valer uma reflexão se todo o esforço feito até agora para levar investimentos para a Serra deve ou não continuar.

O deputado também esclareceu sobre o fato de ter sido o mais aplaudido pela plateia durante o evento. “Disseram que eu trouxe torcida, não trouxe. São amigos e amigas. E o governador pediu para chamar as pessoas”, justificou.

Viaduto

De acordo com o deputado, ao lado da nova Avenida Abido Saadi e do Contorno de Jacaraípe, o Complexo de Carapina também tem o empenho e a atenção do seu mandato. O viaduto que começa a ser construído terá duas faixas por sentido, além de ciclovia e calçada no sentido oposto, eliminando a necessidade de conversão atualmente existente para acessos aos bairros Jardim Carapina e Eurico Salles, na Serra.

“É humanização no trânsito. Vidas humanas serão preservadas e vamos eliminar a dor de cabeça de motoristas que ficam horas presos no trânsito”, comemorou.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here