Saúde e Bem-Estar

Comidas típicas de festas juninas podem afetar a saúde bucal

COMPARTILHE
Comidas típicas
57
Advertisement
Advertisement

O cardápio das festas juninas do Brasil é tradicionalmente repleto de opções ricas em açúcares: maçã do amor, pé de moleque, cocada, arroz-doce, entre outras delícias que, embora saborosas, podem colocar em risco a saúde dos dentes. Em excesso, essas comidas criam o ambiente ideal para o desequilíbrio da microbiota bucal, desencadeando uma produção de ácidos que danificam o esmalte dos dentes e causam cárie. Especialistas recomendam cuidados nessas comemorações.

Continua depois da publicidade

De acordo com a coordenador do curso de Odontologia da Faculdade Pitágoras, professor Rafael Rocha, a acidificação na boca começa a acontecer cerca de 20 minutos após a ingestão dos alimentos e, por isso, é necessário adotar hábitos para preservar a integridade dos tecidos dentários. “Para aproveitar as celebrações, a dica é consumir com moderação. Como esses alimentos possuem grande quantidade de açúcar, eles podem trazer prejuízos à saúde bucal”, afirma.

Continua depois da publicidade

Durante o evento, o dentista recomenda que os convidados bebam água constantemente, para aumentar o fluxo salivar, e evitem a combinação de doces com refrigerantes, que alteração os níveis de ácidos na boca e promovem a descalcificação do esmalte, além de prejudicar a saúde do organismo. A hidratação irá minimizar, também, o surgimento de manchas nos dentes de adultos que consomem as bebidas típicas da festa junina, como o vinho e o quentão.

Pessoas que usam aparelhos ortodônticos, próteses dentárias ou implantes devem redobrar a atenção nessas ocasiões. As opções de comidas rígidas, como a rapadura ou o quebra-queixo, podem danificar a estrutura dessas peças, quebrar braquetes e atrapalhar ou prolongar o tempo de tratamentos. “A textura desses alimentos pede atenção, mas se não conseguir resistir, mastigue-os com cuidado e prefira pedaços pequenos”, considera.

Continua depois da publicidade

 

SAÚDE INFANTIL

Crianças com até 6 anos, que ainda possuem dentes de leite, precisam da supervisão de pais ou guardiões no momento quando forem participar das comemorações de junho ou julho. “O açúcar é um grande vilão para a saúde bucal e como a dentição das crianças ainda não atingiu a maturação completa, o excesso desses alimentos estimula o desenvolvimento de cáries”, afirma o coordenador. “A higiene, especialmente a noturna, deve ser realizada com supervisão de um adulto” completa.

Advertisement

Segundo o professor, todos devem realizar a higiene bucal após os arraiais, com creme dental e fio dental. “Os dentes dos pequenos estão em formação, assim os cuidados devem ser redobrados para evitar problemas com a dentição. Como, geralmente, as crianças são os que mais se esbaldam nos doces do arraiá, é preciso supervisão no momento da escovação”, completa. Em casos de cortes e fraturas, é imprescindível visitar um dentista o mais rápido possível.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here