Educação

Projeto de Astronomia para meninas está com inscrições abertas

COMPARTILHE
Girl works in an office with no windows. Woman in a bright office. Girl is sitting in a working chair. A young woman works at a computer. Work as a secretary. Businesswoman looking at the monitor
85
Advertisement
Advertisement

Estão abertas as inscrições para o projeto Astrominas, que oferece curso gratuito de Astronomia para meninas de todo o Brasil. Podem participar pessoas que se identifiquem com o gênero feminino (cis ou trans), ter entre 14 e 17 anos e estar regularmente matriculada em uma escola de Educação Básica pública ou privada. As inscrições ficam abertas até 29 de maio, no site do projeto.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A previsão é de 400 vagas gratuitas para o Astrominas 2022, que será realizado entre os dias 2 e 22 de julho. O processo seletivo será realizado por meio de um sorteio, garantindo 20% das vagas entre pretas, pardas e indígenas, 60% entre estudantes de escolas públicas e 20% entre estudantes de escolas privadas.

Com atividades interativas, o curso gratuito inclui palestras de Astronomia, Física, Geociência, Astrobiologia, Ciências Atmosféricas e Matemática, além de rodas de conversa, experimentos e atividades com astrônomas e cientistas brasileiras que participam de pesquisas de ponta.

Cada participante deverá reservar entre 3 a 4 horas diárias para se dedicar às atividades, no horário que preferir. Ao final, será emitido um certificado digital para as participantes que participarem de todas as atividades obrigatórias.

Continua depois da publicidade

O Astrominas é um projeto criado por um grupo de mulheres do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP) e outros institutos da área de exatas. Tem como objetivo facilitar o acesso de jovens alunas à universidade, estreitando o contato dessas meninas com mulheres cientistas, de forma a estimular a escolha e a manutenção das carreiras de Ciência e Tecnologia, desconstruindo a ideia de que as ciências exatas não são para meninas.

As duas primeiras edições do Astrominas, realizadas respectivamente em 2020 e 2021, receberam mais de 24 mil inscrições. Para atender as selecionadas, o projeto conta com cerca de 150 monitoras para auxiliar, e mais de 60 cientistas já colaboraram com o projeto compartilhando seus conhecimentos.

 

Advertisement
Continua depois da publicidade

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Advertisement