Segurança

Estudantes de Cachoeiro e Mimoso do Sul estão na mira da PF após falsificar entrada em faculdade de medicina

COMPARTILHE
Polícia Federal
Foto: Roberto Barbosa
3195
Advertisement
Advertisement

Dois estudantes de medicina de Cachoeiro de Itapemirim e um de Mimoso do Sul foram alvos da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (26). Eles são investigados por falsificarem documentos pessoais para conseguir bolsas integrais numa faculdade de medicina em Campos dos Goytacazes, norte do Rio de Janeiro.

Continua depois da publicidade

Além das cidades no Sul capixaba, os policiais federais fizeram buscas nas residências de outros estudantes investigados em Linhares, no Espírito Santo, Itaperuna e São Francisco do Itabapoana, no Rio de Janeiro.

Para conseguir o benefício, os estudantes faziam declarações falsas para se passarem por pessoas de baixa renda. De acordo com a Polícia Federal, até o momento, 12 pessoas, entre bolsistas e pais de alunos, estão na mira dessa investigação.

A polícia confirmou o crime depois de quebrar sigilos bancários e descobrir movimentações financeiras incompatíveis e exorbitantes para pessoas que se dizem em vulnerabilidade social. 

Continua depois da publicidade

Identificou-se, ainda, que uma das formas dos alunos se passarem por pessoas de baixa renda, eram suas inscrições no CadÚnico do Governo Federal. Com isso, além de receberem fraudulentamente as bolsas de estudos, os alunos — e, em alguns casos, os próprios pais — receberam Auxílio Emergencial, derivado das ações de enfrentamento aos efeitos da pandemia de Covid-19.

Os investigados vão responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa, sem prejuízo de eventuais outros crimes que possam surgir no decorrer das investigações.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here