Segurança

Colhedores de café são presos dois dias depois de matar homem a facadas em Brejetuba

COMPARTILHE
3410
Advertisement
Advertisement

Três colhedores de café, sendo dois de Alagoas e um de Pernambuco, que estavam em Brejetuba para trabalhar em lavouras da região, foram presos na noite desta quinta-feira (27) suspeitos de matar a facadas um homem de 37 anos, em São Domingos Pequeno, interior do município. O crime ocorreu na madrugada da última segunda-feira (23).

Continua depois da publicidade

Arquine Pereira dos Santos foi encontrado morto em um colchão, no chão da sala de sua casa, na última terça-feira (24). Foi um familiar dele que achou o corpo e chamou a polícia. Peritos constataram que a vítima foi assassinada enquanto dormia e que porta principal do imóvel tinha sinais de arrombamento.

De acordo com o delegado Cláudio Rodrigues, a prisão dos acusados, que ocorreu 72h após o crime, só foi possível por meio de uma parceria entre a Polícia Civil, Polícia Militar, Ministério Público e Judiciário.

“O empenho das equipes envolvidas facilitou a prisão rápida desses criminosos, desde a confecção do boletim de ocorrência com riquezas de detalhes, pela Polícia Militar, até o apoio das equipes de inteligência do Serviço Reservado (P2) e da Polícia Civil, além da equipe operacional da PM com a brilhante atuação das equipes da Força Tática do 14º Batalhão e de Brejetuba, com viaturas, drone e canil no cumprimento desses mandados. Quero destacar, também, a agilidade do Ministério Público e do Judiciário que prontamente atendeu nosso pedido de prisão desses indivíduos. ”, destacou Rodrigues. Ao todo, 15 policiais foram empenhados nessa operação.

Continua depois da publicidade

Os suspeitos foram encontrados na mesma localidade onde ocorreu o assassinato e levados para a Delegacia Regional de Venda Nova do Imigrante. Todos foram interrogados, no entanto, a motivação para o crime ainda não ficou clara. As roupas e a faca usadas pelos autores do homicídio foram queimadas.

Segundo a PC, testemunhas contaram que a vítima passou a noite de domingo (22) para segunda (23) bebendo em um bar próximo de sua casa com os acusados, mas depois que o estabelecimento fechou, por volta de 1h, todos foram embora e não tiveram mais notícias sobre Arquine.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A polícia reforça a importância da participação da população na conclusão de crimes como esse, por meio do 181. Não é preciso se identificar e o sigilo das informações é garantido.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here