Política Nacional

45% rejeitam votar em defensores de armas, diz pesquisa

COMPARTILHE
48
Advertisement
Advertisement

Pesquisa BTG/FSB divulgada nesta segunda, 30, aponta que 45% dos entrevistados não querem votar em defensores de porte de arma. Ao mesmo tempo, 62% disseram que têm mais chance de votar em candidatos que defendam a redução da maioridade penal.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Conforme a pesquisa, mais da metade dos entrevistados (54%) perde o interesse em postulantes à Presidência que sejam favoráveis à legalização do aborto.

A pauta que menos vai interferir na escolha dos eleitores, segundo a pesquisa, é a união de pessoas do mesmo sexo. O posicionamento a favor do tema não interfere no voto de 48% dos eleitores.

O levantamento foi realizado por telefone, entre os dias 27 e 29 de maio de 2022. Foram entrevistados 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o número TSE: BR-03196/2022.

Continua depois da publicidade

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Redação, O Estado de S. Paulo
Estadao Conteudo
Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement