Política Regional

Sem renúncia: prefeito de Ibitirama se afasta do cargo para tratamento de saúde

COMPARTILHE
Renúncia afastamento Paulo Lemos
Foto: reprodução/redes sociais
700
Advertisement
Advertisement

Por Alissandra Mendes e Fernanda Zandonadi

Advertisement
Continua depois da publicidade

O prefeito de Ibitirama, Paulo Lemos (PSD), não renunciou ao cargo, mas pediu afastamento não-remunerado para tratar problemas de saúde. Diferente do que Lemos disse em um vídeo publicado nas redes sociais do município, ele ficará longe da principal cadeira do Executivo durante o tempo indicado pela junta médica que cuida do seu problema.

“O que falei, falei de improviso, não sei se foi a forma correta. Inicei o processo de afastamento para um tratamento de saúde. Posso ficar longe da prefeitura por quatro ou seis semanas, ou voltar após o dia 2 de maio, dia em que farei um exame. Vai depender do resultado”, informou o prefeito, com exclusividade, ao AQUINOTICIAS.COM. Quem assume a prefeitura é Célio Martins Morales (PSD), mais conhecido como Célio do Abelar.

Lemos está em seu terceiro mandato. Entre 2001 e 2008, ficou à frente do Executivo de Ibitirama. Se afastou por 12 anos e voltou a ser eleito em 2020, se reelegendo como o prefeito mais velho do Estado naquelas eleições. Um mês após o pleito de 2020, ele teve a candidatura impugnada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), após um recurso do Ministério Público Eleitoral. A alegação era de que as contas estavam irregulares. No entanto, o o juiz eleitoral, Luciano Antonio Fiorot, da 18ª Zona Eleitoral de Iúna, deferiu o registro de candidatura de Paulo Lemos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here