Economia

Rochas ornamentais: exportação cresce 7,98% e ES se consolida com principal expoente do setor

COMPARTILHE
rochas ornamentais cerâmica IPI unificação setor
Foto: divulgação
82
Advertisement
Advertisement

As exportações brasileiras de rochas ornamentais no 1º trimestre deste ano tiveram uma evolução de 7,98% frente ao mesmo período em 2021, acumulando um total de US$ 281 milhões em faturamento. A comercialização de chapas de granito foi destaque no período com alta de 62,2%, totalizando US$ 176,4 milhões enviados para fora das terras brasileiras, principalmente para os Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

No primeiro trimestre deste ano, a nação norte-americana absorveu 72,5% de toda exportação nacional de materiais acabados. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (18), pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas). No início do mês, a entidade que executa o projeto It’s Natural – Brazilian Natural Stone, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), levou 73 empresas do segmento para a Coverings, maior feira de revestimento na América do Norte. A participação do Brasil bateu recorde com a maior área total já ocupada pelo país dentre todas as edições do evento.

O 1º trimestre de 2022 também trouxe outro destaque: a evolução do preço médio dos materiais brasileiros, que teve aumento de 9,5% em relação ao 1º trimestre de 2021. Segundo o presidente do Centrorochas, Tales Machado, a resiliência das indústrias foi importante no período. “As empresas do setor de rochas mostraram seu poder de reação frente a essa nova realidade do mercado internacional com grande variação cambial e oscilações frequentes no preço dos fretes marítimos”, alertou.

Maiores Estados exportadores

Entre os Estados brasileiros com maior representatividade nas exportações nacionais, o Espírito Santo ficou em primeiro lugar, com 89,4% de exportações. Seguido pelos Estados de Minas Gerais (11,8%) e Ceará (3,9%).

Continua depois da publicidade

Segundo o presidente do Sindirochas, Ed Martins, o país que mais recebeu as exportações capixabas foram os Estados Unidos, seguido pela China e México. “De todas as rochas capixabas exportadas no primeiro trimestre deste ano, 64% tiveram os Estados Unidos como destino. Sessenta e uma empresas capixabas estiveram de 5 a 8 de abril no país, participando da Coverings 2022. A feira aconteceu em Las Vegas e marcou a volta dos eventos presenciais para o setor na região. Todos os empresários voltaram bastante satisfeitos e motivados com o resultado”, comemorou.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here