Cidades

Procon de Cachoeiro dá dicas para compras da Semana Santa

COMPARTILHE
Para evitar dores de cabeça nas compras dos tradicionais ovos de Páscoa e dos produtos para o preparo da ceia da Semana Santa, o Procon de Cachoeiro tem
88
Advertisement
Advertisement

Para evitar dores de cabeça nas compras dos tradicionais ovos de Páscoa e dos produtos para o preparo da ceia da Semana Santa, o Procon de Cachoeiro tem uma série de recomendações aos consumidores.

Continua depois da publicidade

As dicas – que podem ser conferidas abaixo – vão desde verificar se as condições dos produtos estão adequadas até guardar a nota fiscal para possíveis trocas.

“O consumidor também não pode abrir mão da pesquisa de preços e deve ficar atento às formas de pagamento, à validade e ao acondicionamento dos alimentos”, orienta o coordenador executivo do Procon, Fabiano Pimentel.

Também como forma de ajudar os consumidores a fazerem boas compras e a economizarem, o órgão acaba de publicar uma pesquisa de preços, feita em supermercados da cidade, com os itens mais comprados nessa época do ano. A tabela pode ser conferida no site www.cachoeiro.es.gov.br/procon, clicando-se em “Pesquisas de Preços”.

Veja as dicas do Procon:

  • Produtos industrializados que estejam vencidos e que apresentam embalagens estufadas, enferrujadas, amassadas, furadas, rasgadas, violadas ou com vazamento não devem ser adquiridos. Se o supermercado estiver comercializando esse tipo de produto, o consumidor deve chamar o gerente e solicitar a retirada desses produtos das gôndolas. Se o consumidor notar que levou para casa um produto em péssimas condições, deve retornar, o mais rápido possível, ao estabelecimento onde efetuou a compra, munido da nota fiscal, e exigir a troca.
  • O rótulo dos ovos de chocolate deve trazer, além da identificação do fabricante, a data de validade, o peso e a composição, já que determinadas doenças impedem aos seus portadores a ingestão de açúcar, leite ou glúten, por exemplo. É importante ficar atento ao peso dos ovos. Quando houver inclusão de brinquedos no interior do ovo, observe se na embalagem contém o selo com a idade recomendável para seu uso.
  • A embalagem dos ovos deve estar em boas condições de armazenamento, longe de produtos de limpeza ou de odor forte e de qualquer fonte de calor. Verifique se há sinais de violação do conteúdo, furos ou amassados, pois é a embalagem que protege o produto de insetos e de contaminação.
  • Ao optar por produtos de fabricação caseira, solicite, caso queira, uma visitação à cozinha e degustação antes da compra. Os fornecedores de produtos artesanais devem seguir as mesmas regras de comercialização dos industrializados.
  • Por ser um produto sazonal, o ovo geralmente possui um preço maior quando comparado ao valor de uma barra de chocolate ou uma caixa de bombons. Evite levar as crianças para fazer as compras da Páscoa, uma vez que as cores das embalagens e os personagens infantis causam grande influência, o que pode resultar em gastos maiores do que o planejado.
  • Antes das compras, verifique as condições de higiene do estabelecimento e dos atendentes. Esse cuidado também deve ser tomado com os vendedores ambulantes. Certos cuidados básicos podem evitar problemas, como doenças e intoxicações alimentares.
  • Na compra do palmito para a tradicional torta capixaba e outros produtos ‘in natura’, verifique a procedência do alimento e observe se os produtos estão protegidos da presença de insetos, bem armazenados e refrigerados. As condições dos produtos são itens fundamentais para garantir um alimento saudável.
  • Para produtos vendidos a granel, verifique o peso, quantidade e aparência do alimento. Recuse produtos mal acondicionados, verifique a presença de sujidades, mofo e não compre o produto se houver suspeitas sobre sua qualidade.
  • Não compre produtos vencidos e que a embalagem não esteja em perfeito estado de conservação.
  • Leia o rótulo dos produtos que devem estar em letras legíveis, em português, e trazer informações importantes como data de fabricação, prazo de validade, composição, peso, carimbos de inspeção, origem e fabricante/produtor, entre outros.
  • Deixe os alimentos congelados e resfriados para o final das compras, logo antes de se dirigir ao caixa.
  • Carnes e Peixes: Procure açougues que tenham boas condições de higiene.
  • Tome cuidado com a carne que não foi fiscalizada, pois pode estar contaminada. A carne também pode ser contaminada depois da inspeção, no próprio açougue ou estabelecimento de comercialização; As carnes devem ser vendidas com a identificação da origem.
  • Todo produto deve ter preço devidamente exposto ao consumidor. É fundamental que o consumidor guarde a nota fiscal de compra para possíveis trocas de produtos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here