Safra ES

Cachoeirense ex-presidente da Cooabriel, Antônio Joaquim de Souza Neto, o Toninho, morre aos 80 anos

COMPARTILHE
Cooabriel Toninho
Foto: reprodução/redes sociais
369
Advertisement
Advertisement

Morreu no início da tarde desta quarta-feira (13) Antônio Joaquim de Souza Neto. “Toninho”, como era carinhosamente conhecido, era agropecuarista e tinha 80 anos de idade. Sócio da Cooabriel por mais de 50 anos, foi presidente da cooperativa por mais de 26 anos. Deixa a esposa, Leontina Stein de Souza, cinco filhos e netos. A causa da morte não foi divulgada e os horários do velório e sepultamento estão sendo definidos.

Continua depois da publicidade

Em 2019, Toninho recebeu o Troféu Iluminação da Cooabriel, homenagem máxima da cooperativa. Com forte perfil de liderança, foi ainda presidente do Sindicato Rural de São Gabriel da Palha por oito anos, além de fundador e primeiro presidente do Sicoob Norte Capixaba.

A Cooabriel emitiu, por meio de suas redes sociais, uma nota de pesar pelo passamento do líder. “A Cooabriel chora a perda de um grande líder cooperativista, amigo e produtor, o Senhor Antônio Joaquim de Souza Neto (80 anos), mais conhecido como “Toninho da Cooabriel”, ocorrido nesta quarta-feira (13/04/2022)”, diz a mensagem.

Postaram, ainda, um histórico da vida e participação de Toninho no cooperativismo. “Toninho nasceu no dia 2 de novembro de 1942, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim/ES. Na Cooabriel construiu parte de sua grande história e sua entrada como cooperado data de 17 de abril de 1971, portanto, 50 anos presentes no dia a dia da Cooabriel. Desse tempo, 38 anos à frente das principais decisões da cooperativa, seja como presidente (26 anos), e seja como diretor ou conselheiro administrativo (13 anos).  Com passagens marcantes no cooperativismo agropecuário e no cooperativismo de crédito, sendo fundador e primeiro presidente do Sicoob Norte/ES, matrícula número 1, como ele mesmo fazia questão de lembrar. Dotado de grandes habilidades, qualidades e empreendedorismo que desde cedo moldaram seu caráter e lhe guiaram no caminho pessoal e profissional, sempre foi e será um dos maiores e mais inspiradores líderes do cooperativismo nacional. Sr. Antônio Joaquim de Souza Neto deixa um legado importante para familiares, amigos e todos que tiveram a oportunidade de conviver com esse homem honrado, bom e trabalhador. Uma referência para todos que o conheceram e uma grande perda para o Café Conilon e para a cafeicultura como um todo. Rogamos a Deus que o acolha em seus braços e proporcione conforto a seus familiares e amigos”.

Continua depois da publicidade

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here