Cidades

Projeto Caminhos leva café e amor a pacientes em tratamento contra o câncer

COMPARTILHE
E tem sido assim com o
Fotos: Márcia Leal
223
Advertisement
Advertisement

Um café quentinho aquece o coração de qualquer pessoa. Se for servido com amor e um sorriso no rosto, pode mudar o nosso dia para melhor e até mesmo ajudar a enfrentar uma situação difícil. E tem sido assim com o “Projeto Caminhos” há nove anos no setor de quimioterapia do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Voluntários do “Projeto Caminhos, somos todos heróis nessa luta” se enchem de solidariedade para melhorar o dia e amenizar a dor dos pacientes em tratamento contra o câncer. Toda quarta-feira pela manhã, eles vão até o hospital com um sorriso no rosto e muito amor no coração, servir um café da manhã caprichado para essas pessoas.

Coordenado pelo Hair Stylist Ed Alves, este projeto tem como objetivo acolher as pessoas com câncer que estão em tratamento, fornecendo a elas alimentos e muito calor humano, por meio da famosa oferta do café da manhã. São pães, bolos, sucos, iogurtes, frutas e muito carinho. Tudo para deixar esse momento de dor um pouco mais leve.

“Sou extremamente feliz por participar desses momentos. Estando lá consigo enxergar o quanto devemos ser gratos pela nossa vida e por nossa saúde. É muito gratificante poder alegrar tanto os pacientes quanto os profissionais. A oncologia é um setor pesado, mas conseguimos deixar o ambiente mais leve, eles riem, brincam, cantam e se sentem acolhidos e amados”, conta Ed Alves.

Continua depois da publicidade

Ele relembra que entrou no projeto a convite da Dra. Sabina Aleixo para visitar o hospital uma vez por mês e fazer maquiagem nas pacientes. “Comecei desse jeito, mas percebi que o resultado não era muito positivo, foi aí que tive a ideia do café. Chamei minha secretária e fomos para lá com uma cesta de pães e uma garrafa térmica. As pessoas aceitaram o café, agradeceram e sorriram. A partir daí convidei alguns amigos para ajudar e fomos expandindo”.

Projeto conta com 50 voluntários

Hoje o Projeto Caminhos conta com 50 voluntários que, por conta da pandemia, se revezam nas visitas que são realizadas semanalmente. A forma de servir o café também mudou por causa da Covid. Os alimentos são ofertados em kits individuais, devidamente higienizados e embalados. Os pacientes também são presenteados com mensagens carinhosas, de força e autoestima, que são enviadas pelos voluntários.

“Esse projeto veio para somar no setor de oncologia, é um trabalho voluntário muito importante que traz alegria, um pouco de conforto e descontração, ajudando para que o tratamento seja mais leve. Mostra que existem caminhos diferentes de enfrentar o câncer e que pode ser sim um caminho com mais leveza, paz, serenidade e solidariedade”, ressalta e médica oncologista e diretora técnica do Heci, Sabina Aleixo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Além do Projeto Caminhos, Ed Alves também realiza outro trabalho voluntário, ele oferece corte de cabelos gratuitos para quem quiser doar os fios para o Banco de Perucas do Heci. Toda essa dedicação tem como motivação a perda de uma irmã para a doença. Ele, que morava em São Paulo, veio para Cachoeiro cuidar dela, que descobriu um câncer terminal e acabou falecendo. “É o amor por ela que me faz querer ajudar as pessoas na mesma situação, fazê-las rirem e amenizar um pouco a dor sentida. É uma felicidade que não tem preço”.

Voluntariado e doações

Quem quiser ajudar o Projeto Caminhos (@sprojetocaminhos) sendo um voluntário ou fazendo doações de itens de café da manhã, pode entrar em contato com o coordenador pelo número (28) 99987-8766. As doações podem ser entregues no Salão Ed Alves, localizado na Rua Bernardo de Almeida, em frente ao número 22, bairro Maria Ortiz.

Confira as fotos!

 

 

 

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.