Política Regional

Sob nova direção: Diretório Estadual muda o comando do PV em Cachoeiro

COMPARTILHE
Romario PV
633
Advertisement
Advertisement

O Partido Verde (PV) de Cachoeiro de Itapemirim está sob nova direção. Após 15 anos sob a batuta de Waldir da Fraga Botelho, o partido reformulou sua Executiva Municipal e alçou Romário Correa Miranda para ocupar a presidência da legenda. A alteração começou a valer no último dia 19 de novembro, mas só agora foi exposta ao mercado político da cidade.

Continua depois da publicidade

No próximo dia 15 de dezembro, deve haver a primeira reunião com os novos empossados na direção do PV. O ex-vereador Alexandre Bastos e o atual presidente da Câmara Municipal, Brás Zagoto, dividem as duas vice-presidências do partido. O edil Ely Scarpin ficou com a secretaria de Direitos Humanos e Diversidade.

Edison Valentim Fassarella, também ex-vereador, vai exercer a função de diretor de Formação. Apesar de perder poder no partido, Waldir da Fraga permanece no ninho dos verdes. Entretanto, sem comando de voo. O militante verde ocupa agora a Diretoria de Mobilização.

Nos bastidores da legenda, algumas fontes comentam que Waldir da Fraga começou a perder apoio do Diretório Estadual, presidido pelo atual secretário estadual de Meio Ambiente, Fabrício E. Machado, ainda em 2018. Na ocasião, o Partido Verde local foi instado a apoiar um vereador do município da Serra, que disputava vaga à Assembleia Legislativa (AL).

Continua depois da publicidade

Contudo, boa parte do partido acabou mesmo optando por apoiar Luciano Machado, sob as bençãos de Waldir, que já teria compromisso com Luciano Machado. Foi ele, inclusive, quem abriu portas da legenda para Luciano. O fato teria desagradado a direção estadual. Luciano se elegeu e é hoje o único deputado verde do Sul do Estado. De lá para cá, teve início o processo de fritura do dirigente cachoeirense na capital.

Waldir
Waldir da Fraga comandou o PV por 15 anos em Cachoeiro de Itapemirim

Protagonismo político

Sob o comando de Waldir, o PV de Cachoeiro saiu do quase anonimato para se tornar protagonista nos processos eleitorais do município. Elegeu, em quatro pleitos consecutivos, dois vereadores por legislatura. Colocou ainda o médico Abel Santana como vice-prefeito na gestão de Carlos Casteglione (PT).

Advertisement
Continua depois da publicidade

Em um de seus melhores momentos (2020), o PV chegou a ter cinco vereadores empossados em Cachoeiro. Atualmente, o partido compõe a base de apoio do prefeito Victor Coelho (PSB), ocupando boa parte das funções da Secretaria Municipal de Interior.

A nova Executiva não deve mudar a orientação local do partido em relação à Administração Municipal. O poder de aglutinação do ex-presidente, todavia, poderá fazer falta à legenda, que ainda possui cerca de 400 filiados em Cachoeiro de Itapemirim.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here