Revelar Cachoeiro

Cachoeiro canta Roberto: Clara Marins afirma que o Projeto Revelar vai mobilizar a cena cultural da cidade

COMPARTILHE
Cachoeiro canta Roberto: Clara Marins afirma que o Projeto Revelar vai mobilizar a cena cultural da cidade
281
Advertisement
Advertisement

Uma importante homenagem ao cantor Roberto Carlos será realizado em Cachoeiro de Itapemirim, no próximo dia 21, às 21h, e segundo a cantora Clara Marins, o Projeto Revelar, com o show “Cachoeiro canta Roberto” vai mobilizar a cena cultural de “Capital Secreta do Mundo”.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A cantora, natural do Rio de Janeiro, mas cachoeirense de coração, é uma entre os 14 artistas que se apresentarão no show que será realizado na Praça de Fátima, na avenida Beira Rio e terá mais de duas horas de duração. Ele relembra que conheceu as músicas do Rei através de sua vó materna.

“Minha vó sempre foi muito fã e colocava em casa para eu escutar quando pequena. Por isso, sempre que escuto Roberto Carlos me lembro da minha infância e da minha avó”, conta Clara.

Em contato com a música desde muito nova, Clara segue os caminhos de seu pai, Fábio Coelho, que também é músico e apresentou a cantora as suas maiores influências. Ela afirma que Roberto Carlos é dono de uma das maiores vezes do Brasil, e que o show “Cachoeiro canta Roberto” é de extrema importância para a cidade Sul Capixaba.

Continua depois da publicidade

“Acho um projeto necessário, pois é importante prestarmos essa homenagem ao Rei, além de mobilizar ainda mais a cena cultural cachoeirense, devido à paralisação das atividades culturais nesta pandemia”, completa a cantora.

Apaixonada por música, Clara começou a se apresentar aos 14 anos, mas já soltava a sua voz desde os 4. Segundo a artista, são seis anos de carreira profissional. Ela revela que as canções “Negro Gato” e “Não Vou Ficar”, estão frequentemente em seu repertório.

“As minhas expectativas são positivas. Estou bastante ansiosa e honrada em fazer parte desse lindo projeto, junto a artistas já consagrados no cenário musical cachoeirense”, finaliza Clara.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Além de Clara Marins, apresentação contará com: Fabiano Juffu, Amélia Barreto, Arnoldo Silva, Arthur Staphanato, Gilver Wichello, Netinha, Paula Ferreira, Pitico, Gusthavo Silva, Sué, Gilberto Garcia e Rogério Aço Doce.

Além do show ao vivo na Praça de Fátima, o especial “Cachoeiro canta Roberto” será transmitido através de toda a rede do AQUINOTICIAS.COM, e também com transmissão ao vivo pela TV Sim/Rede Sim, pelo canal 16.1.

O evento é uma realização do GFC Eventos e AQUINOTICIAS.COM, e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim, Governo do Estado do Espírito Santo e Rede Sim, e patrocínio de Tófano Netimóveis, Espaço Noivos, Citron, Real Mob, Rifletti, Grupo Innovar e Selita.

Sobre Clara Marins

Nascida no Rio de Janeiro e radicada no Espírito Santo, cachoeirense de coração, Clara Marins começou a cantar aos quatro anos em apresentações da Musimundi, escola de música localizada no Rio de Janeiro, fundada por seu pai, o músico e produtor Fábio Coelho.

Em pouco tempo de estrada, a menina dos saraus se tornou uma cantora de voz aveludada, e a partir dos 14, deu início à sua carreira.

Apresentou-se em diversas casas de shows do Espírito Santo e participou de eventos capixabas como “Sérgio Sampaio 70 Anos”, 7ª Bienal Rubem Braga, “Paixão Cachoeiro – Canta Roberto 80 anos”, Festivais de Cerveja de Castelo e Cachoeiro, entre outros.

Atualmente, a jovem cursa faculdade de Música na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), foi contemplada pela Lei Aldir Blanc de Cachoeiro de Itapemirim e se dedica a gravação do seu primeiro EP autoral, seguindo os caminhos da Bossa Nova, Blues, Jazz e R&B.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.