Revelar Cachoeiro

Rei e Família Imperial unem as histórias de Cachoeiro de Itapemirim e Petrópolis

COMPARTILHE
O município de Cachoeiro de Itapemirim, terra do Rei Roberto Carlos, tem muito em comum com Petrópolis, a Cidade Imperial: as duas guardam histórias
Foto: Thiers Turini
541
Advertisement
Advertisement

O município de Cachoeiro de Itapemirim, terra do Rei Roberto Carlos, tem muito em comum com Petrópolis, a Cidade Imperial: as duas guardam histórias e memórias, que são conhecidas no Brasil e no Mundo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Durante o Seminário Revelar Cachoeiro de Itapemirim, o secretário de Turismo de Petrópolis, Samir El Ghaoui, foi enfático: “Se por aí temos o Rei, aqui em Petrópolis somos os guardiões do Império Brasileiro. Cachoeiro de Itapemirim é uma cidade importante para nosso país”, disse.

O município de Petrópolis possui 68 atrativos turísticos. “Falar da Cidade Imperial é fácil, tendo em vista a nossa potencialidade nesse cenário turístico. A Família Imperial atrai turistas para um dos destinos mais visitados do país, de forma nacional e internacional. Ainda tem aqui os seus descendentes, que marcam a importância do nosso Museu Imperial, a Casa da Princesa Isabel, e vários outros atrativos”, explica Samir.

“Esse sucesso nos remete a outras coisas que nossa cidade tem, como: a proximidade com a capital, nossa rede hoteleira, vários restaurantes, uma gastronomia de excelência, além da grande quantidade de atrativos espalhados dentro dos nossos cinco distritos. No inverno que recebemos um fluxo maior de turistas e somos Conceito A no mapa do turismo. Isso vem misturado com a força da Família Imperial e o que ela representa”, continua.

Continua depois da publicidade

Segundo Samir, o Museu Imperial recebe cerca de 450 mil visitantes no ano, e outras 300 mil pessoas visitam a Catedral, onde estão os restos mortais da Família Imperial. “Como temos a Família Real aqui, em Cachoeiro temos o maior ídolo da nossa música brasileira: que é Roberto Carlos, e a cidade precisa trabalhar isso”, conta.

Rei e Família Imperial impulsionam o turismo

Em Petrópolis, segundo Samir, o turista tem a facilidade de percorrer o circuito turístico a pé. “Temos aqui a primeira cerveja do país, a Bohemia, e também a força dos distritos. Em Itaipava concentramos a parte eco rural. Além de ser a capital estadual da cerveja, tem a força do produtor rural, sendo a capital estadual dos produtos orgânicos”, explica.

“Temos também o potencial no comércio. A rua Tereza, a Feirinha de Itaipava, o polo de moda, e outras lojas, como a rua 16 de março, mostramos ao turista onde comprar. Além disso temos o Festival Rock The Mountain, que só fica atrás do Rock In Rio e Loolapalooza”, continua.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Samir completa afirmando que o setor público não consegue realizar tanta coisa sozinho. “A cidade antes de ser boa para o turismo, tem que ser boa para o morador. É um trabalho constante e deve ser feito em parceria com a iniciativa privada e os moradores”, conclui.

O Seminário Revelar Cachoeiro de Itapemirim é uma idealização do AQUINOTICIAS.COM, com o apoio da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, Sebrae, Selita, Sicoob Sul, Unimed Sul Capixaba, Hotel Bristol Easy e ChefMio.

Confira o vídeo completo!

Advertisement