Política Regional

Passaporte da vacina na Câmara de Cachoeiro vira caso de polícia após vereador ser ameaçado

COMPARTILHE
diogo-lube-foto-lucas-shuina-2
585
Advertisement
Advertisement

A proposta que pretende implantar o passaporte da vacina na Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim virou caso de polícia depois que o vereador Diogo Lube (PP) recebeu ameaças nas redes sociais.

Continua depois da publicidade

O vereador é o idealizador do projeto de resolução que pretende impedir que pessoas não vacinadas contra a Covid-19 frequentem as dependências do Legislativo Municipal. A regra, se aprovada, impedirá a entrada de vereadores, servidores e a população que não estiver imunizada.

A informação de bastidores é que na Câmara tem vereadores e servidores que se recusam a tomar a vacina e são oposição ao projeto de Diogo Lube.

Nas redes sociais, começou a circular nesta semana o áudio de uma mulher, não identificada, que faz críticas ao parlamentar e diz que o “o povo do Zumbi quer colocar fogo no carro de Lube e que torce que ele leve um tiro”.

Continua depois da publicidade

A mulher aponta o nome de um parlamentar que estaria convocando uma manifestação contra a proposta de Lube, que segundo ela, teria apenas o intuito de impedir que a população acompanhe os trabalhos dos vereadores.

Diogo Lube registrou um boletim de ocorrências na Polícia Civil na tarde desta terça-feira e o caso está sendo investigado.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here