Política Nacional

Deltan Dallagnol é exonerado do Ministério Público Federal e deve ser candidato

COMPARTILHE
O ex-coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol foi exonerado nesta sexta-feira (5) do cargo de procurador da República, da carreira do Ministério
Foto: José Cruz/Agência Brasil
160
Advertisement
Advertisement

O ex-coordenador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol foi exonerado nesta sexta-feira (5) do cargo de procurador da República, da carreira do Ministério Público Federal (MPF). Dallagnol deixou o Ministério Público “a pedido”.

Continua depois da publicidade

A exoneração é assinada pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e tem efeito a partir de 3 de novembro. A portaria com a decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU), ainda declara vago o cargo antes ocupado por Dallagnol.

A renúncia de Deltan Dallagnol ao cargo público foi antecipada ontem pelo Estadão. Segundo apuração da jornalista Eliane Cantanhêde, o agora ex-procurador da República deve seguir os passos do ex-juiz Sérgio Moro e entrar para a política, disputando uma vaga à Câmara dos Deputados em 2022.

A expectativa é de que se filie ao mesmo partido escolhido por Moro para disputar as eleições do próximo ano, o Podemos, liderado pelo senador Alvaro Dias, também do Paraná, assim como Moro e o próprio Dallagnol.

Continua depois da publicidade

Luci Ribeiro
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here