Espírito Santo

Sul do ES terá mais de 15 mil procedimentos oftalmológicos pelo governo do Estado

COMPARTILHE
Sul do ES terá mais de 15 mil procedimentos oftalmológicos pelo Governo do Estado
447
Advertisement
Advertisement

O governador do Estado, Renato Casagrande, esteve, neste sábado (16), nos municípios de Alegre e Marataízes, para anunciar a oferta de mais de 15 mil procedimentos oftalmológicos na região Sul.

Continua depois da publicidade

A previsão é que sejam realizadas 4.056 consultas, 8.970 exames e 2.946 cirurgias nos próximos três meses, com investimento do Governo do Estado na ordem de R$ 2,57 milhões. Serão contemplados os 26 municípios que compõem a macrorregião Sul, representando aproximadamente 670 mil pessoas assistidas.

A ação faz parte do Programa Saúde Fácil, que tem o objetivo de reduzir a demanda reprimida, dando celeridade aos atendimentos especializados e descentralizando os serviços da Região Metropolitana.

Em sua fala, o governador ressaltou a importância da disponibilização dos procedimentos na área da saúde. “Estou feliz, pois esse tipo de serviço é o que mais gosto de realizar, atendendo as pessoas que mais precisam. Estamos fazendo 30 mil procedimentos oftalmológicos. Pessoas que esperavam anos por uma consulta e que não enxergavam por causa de uma simples cirurgia. Todas as cidades da região sul e do Caparaó vão poder fazer os procedimentos aqui no Alegre. Em Marataízes, também estamos iniciando os serviços para suprir a demanda reprimida de procedimentos oftalmológicos na cidade”, afirmou Casagrande.

Continua depois da publicidade

Para colocar os procedimentos em prática, a Secretaria da Saúde (Sesa) credenciou duas empresas que atuam na área por meio dos Editais 003/2019, 003/2021 e 004/2021. A demanda será atendida nas sedes de cada instituição, sendo uma em Alegre e a outra em Marataízes. O Estado já disponibiliza serviços de oftalmologia mediante contratualização da Sesa com o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI).

De acordo com o superintendente regional da Saúde da Região Sul, José Maria Justo, a iniciativa garantirá maior conforto aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e agilizará o atendimento. “Essa contratação permite que todos os pacientes sejam atendidos na nossa região, evitando o deslocamento para locais distantes. Além disso, garantiremos resolutividade para toda carteira de oftalmologia. Com isso, incorporando, integrando e planejando uma oferta suficiente para as demandas do sul capixaba”, observou.

O prefeito de Alegre, Nemrod Emerick, o Nirrô, agradeceu por mais essa ação do Governo do Estado. “O Saúde Fácil é uma conquista que o senhor traz para Alegre. O governador escolheu Alegre para ser referência em cirurgias oftalmológicas da região sul e agradeço muito por essa escolha. Precisamos da união de todos os alegrenses para fortalecer a nossa cidade. Hoje quem ganha é todo o povo do Alegre”, declarou.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Estiveram presentes nas agendas, o senador da República, Fabiano Contarato; o deputado federal Neucimar Fraga; os deputados estaduais Vandinho Leite, Bruno Lamas, Coronel Alexandre Quintino, Emilio Mameri, Marcos Mansur e Luciano Machado; os prefeitos Cacalo (Muqui), Ninho (Dores do Rio Preto), Antônio Galhano (Bom Jesus do Norte), Dito (Muniz Freire), Tininho Batista (Marataízes), Tiago Peçanha (Itapemirim) e Dorlei Fontão (Presidente Kennedy); além de secretários municipais, vereadores e lideranças da região.

 

Como acessar aos procedimentos

Para ter acesso aos procedimentos oftalmológicos ofertados pelo Governo do Estado na Região Sul de Saúde, o cidadão deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência para ser avaliado pelo médico, que poderá, no ato da consulta, encaminhar o paciente em conformidade com a Autorregulação Formativa Territorial (ARTF) para a especialidade pretendida. Já os pacientes que possuem a solicitação e aguardam o agendamento, serão contatados nos próximos dias e receberão mais informações sobre o seu procedimento.

A ação faz parte do “Mutirão de Cirurgias Eletivas” anunciado pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, no mês de julho. O objetivo é reduzir a demanda reprimida ocasionada durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid -19) e assegurar que o tempo de espera seja de acordo com a necessidade de cada paciente.

O mutirão é realizado em 26 unidades hospitalares de norte a sul do Estado, sendo 13 hospitais da rede própria e 13 hospitais contratualizados. A expectativa é que sejam feitos até dezembro deste ano 250 mil exames, 150 mil consultas e 50 mil cirurgias.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here