Segurança

Quatro mulheres foram vítimas de feminicídio no Sul do Espírito Santo em um mês

COMPARTILHE
feminicídio mulheres mortas Sul do ES
Fotos: reprodução/redes sociais
2394
Advertisement
Advertisement

Em um mês, o Sul do Espírito Santo registrou a morte de quatro mulheres – além de uma criança que tentou defender a mãe -, vítimas de feminicídio. Todas foram assassinadas por homens com quem tiveram, em algum momento da vida, um relacionamento.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Os casos, que ocorreram num intervalo de 31 dias, entre setembro e outubro, e vão inflar uma triste estatística: de janeiro a agosto deste ano, 23 mulheres foram vítimas de feminicídio no Espírito Santo.

Os crimes

 Charlene de Lenis Gonçalves e a filha, Isaquiele Júnia Gonçalves, de apenas dez anos, foram esfaqueadas e mortas pelo ex-namorado da mulher. O suspeito, identificado como Michael Prates Garcia, de 31 anos, não aceitava o fim do relacionamento e esfaqueou a ex-companheira. A filha tentou proteger a mãe, e também foi morta.

16 de setembro de 2021: Charlene de Lenis Gonçalves e a filha, Isaquiele Júnia Gonçalves, de apenas dez anos, foram esfaqueadas e mortas pelo ex-namorado da mulher. O suspeito, identificado como Michael Prates Garcia, de 31 anos, não aceitava o fim do relacionamento e esfaqueou a ex-companheira. A filha tentou proteger a mãe, e também foi morta.

Continua depois da publicidade

Giselly Thais Cassandro de Souza, de 36 anos, foi morta a tiros em Conceição do Castelo. A enfermeira foi assassinada pelo pai de sua filha, de 18 anos. O motivo seria o pedido de pensão alimentícia, já que a jovem começou a fazer faculdade.  

25 de setembro de 2021: Giselly Thais Cassandro de Souza, de 36 anos, foi morta a tiros em Conceição do Castelo. A enfermeira foi assassinada pelo pai de sua filha, de 18 anos. O motivo seria o pedido de pensão alimentícia, já que a jovem começou a fazer faculdade.

Adriana Torrente Moreira, de 39 anos, desapareceu e seu corpo foi encontrado no dia 3 de outubro, dentro de um córrego, em Conceição do Castelo. O marido da vítima, Brás Moreira Rodrigues, também foi encontrado morto. Os dois estavam separados e a polícia trabalha com a hipótese de que o homem matou a ex-esposa e depois tirou a própria vida.

Advertisement
Continua depois da publicidade

28 de setembro de 2021: Adriana Torrente Moreira, de 39 anos, desapareceu e seu corpo foi encontrado no dia 3 de outubro, dentro de um córrego, em Conceição do Castelo. O marido da vítima, Brás Moreira Rodrigues, também foi encontrado morto. Os dois estavam separados e a polícia trabalha com a hipótese de que o homem matou a ex-esposa e depois tirou a própria vida.

a vendedora Roseli Valiati Farias, de 47 anos, foi morta por um homem com quem se relacionou, chamado Alexandre Nunes. Ele não aceitava o rompimento da relação. O corpo de Roseli foi encontrado na noite desta quarta-feira (20), na praia de Maroba, em Presidente Kennedy.

 

17 de outubro de 2021: a vendedora Roseli Valiati Farias, de 47 anos, foi morta por um homem com quem se relacionou, chamado Alexandre Nunes. Ele não aceitava o rompimento da relação. O corpo de Roseli foi encontrado na noite desta quarta-feira (20), na praia de Maroba, em Presidente Kennedy.

Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.