Política Regional

Muniz Freire: Câmara rejeita denúncia contra prefeito

COMPARTILHE
860
Advertisement
Advertisement

Os vereadores de Muniz Freire rejeitaram nesta quarta-feira (06) por unanimidade a denúncia contra o prefeito Dito Silva (PDT) protocolada pela presidente da Casa de Leis do município Vilma Soares Louzada (PMN). Vilma denunciou o prefeito por infração político-administrativa pelo atraso no envio para a Câmara do Plano Plurianual Municipal (PPA), aventando, inclusive, a cassação do mandato do chefe do Executivo Municipal.

Continua depois da publicidade

A derrota acachapante da presidente da Casa foi comemorada pelo plenário, tomado pela população, que a todo momento se manifestava contra a denúncia. “Deixa o homem trabalhar” foram as palavras mais pronunciadas pelo público durante a sessão.

A votação foi presidida pelo vereador José Maria Bergamini (Patriota), uma vez que Vilma Lousada, por ser a denunciante, não poderia exercer a função. Bergamini elencou irregularidades na denúncia, que tinha por base o artigo 356 da Lei Orgânica do Município. “Acontece que o referido artigo sequer existe”, disse o vereador.

Ainda segundo o vereador do Patriota, o atraso no envio do PPA se deu em virtude da pandemia, uma vez que as audiências públicas necessárias para elaboração do documento foram prejudicadas. O argumento também foi utilizado pelo vereador Edimar Pereira Chaves (PDT), acrescentando que o atraso de dois meses não trouxe prejuízo ao município.

A vereadora Vilma Louzada (PMN) sofreu uma derrota acachapante por 8X0
Continua depois da publicidade

O Caíque de Souza Carvalho (PP) foi mais enfático. “É uma vergonha essa perseguição política que a senhora está fazendo ao prefeito” – disse, dirigindo-se à vereadora Vilma. E completou: “A senhora fala que ama Muniz Feire, mas paga o IPVA do seu carro em Vitória” – arrematou o edil.

A presença da população no plenário serviu de estímulo para os vereadores governistas. Sérgio Feletti (PODE) usou o tempo na tribuna para elogiar a administração municipal, enquanto Agenor Favoreto Filho (PDT) preferiu destacar o trabalho feito pela prefeitura nas estradas rurais do município, que vem recebendo pavimentação com Revsol.

Edimar Pereira Chaves (PDT) reafirmou que “a denúncia não tem sentido” e Weberson Rodrigo Pope (PSB) acompanhou o mantra da galeria pedindo que a presidenta Vilma não atrapalhasse a administração. “Segue a vida e deixa o homem trabalhar” – repetiu.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here