Safra ES

Crise dos fertilizantes pode afetar abastecimento do Brasil e influenciar preços das safras de 2023

COMPARTILHE
agricultura fertilizantes crise pandemia agronegócio
Foto: Pixabay
197
Advertisement
Advertisement

O mercado de fertilizantes brasileiro está no meio de uma “tempestade perfeita”. Além do dólar alto, o mundo experimenta escassez de insumos, sanções a países produtores e alta demanda de mercado. Na prática, isso vai se refletir não apenas no aumento de custo das plantações, mas nos preços dos alimentos ao consumidor final. O Brasil ainda é muito dependente do mercado externo. De acordo com a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), os produtores precisam fortemente de outros países para ter, no campo, o fosfato, o cloreto de potássio, a ureia e outros itens indispensáveis à lavoura.

Continua depois da publicidade

“De janeiro a julho de 2021, das cerca de 24 milhões de toneladas de fertilizantes entregues aos agricultores brasileiros, 20 milhões foram importadas. Dessa forma, dependemos muito do cenário internacional, que está complicado. Não apenas pelas taxas altíssimas de dólar, que refletem no mercado brasileiro. Mas também as incertezas do mercado. Com o arrefecimento da pandemia e retomada das economias, a compra de fertilizantes aumentou muito”, explica Jorge Dietrich, coordenador do Master Em Gestão e Marketing do Agronegócio da ESPM.
CLIQUE AQUI E LEIA A REPORTAGEM COMPLETA

Advertisement
Continua depois da publicidade

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here