Saúde

ES registra aumento de transplantes depois de um 2020 impactado pela pandemia

COMPARTILHE
29
Advertisement
Advertisement

O Espírito Santo registrou aumento de mais de 80% nos transplantes de órgãos em 2021, na comparação com 2020. Informações do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) apontam que foram realizados, no Estado, 247 procedimentos de janeiro a julho de 2021. No mesmo período do ano passado foram 135 transplantes. Neste mês, é realizada a campanha “Setembro Verde”, que incentiva a doação de órgãos.

Continua depois da publicidade

Os números mais baixos de 2020 podem ser feito da pandemia, segundo a coordenadora da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), Maria dos Santos Machado. Ela explicou que a crise sanitária teve um impacto muito grande na queda das doações e, consequentemente, no número de transplantes realizados em 2020.

“Percebemos aumento de aproximadamente 83% no número total de transplantes no ano de 2021 em relação a 2020. Os dados demonstram que a pandemia do novo coronavírus impactou no número de doações ao longo de 2020, mas o primeiro semestre deste ano cursou com dados promissores”, salienta.

A maior parte das cirurgias feitas no ano passado foram de transplantes de córnea. Foram 160 procedimentos do tipo. No entanto, apesar do número alto, ainda existem 395 pacientes na fila de espera por uma córnea no Estado, de acordo com a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).

Continua depois da publicidade

Maria dos Santos Machado estará, na próxima terça-feira (14), na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), para falar sobre os efeitos da pandemia diante do processo de doação de órgãos. A reunião será presencial, a partir das 9 horas, no Plenário Rui Barbosa.

Com informações da Assembleia Legislativa do Espírito Santo

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here