Cidades

Cachoeirense pinga supercola no olho achando ser colírio; saiba o que fazer em casos assim

COMPARTILHE
colírio supercola olhos
Foto: arquivo pessoal
6044
Advertisement
Advertisement

Um momento de distração causou muita dor e angústia à comerciante cachoeirense, Regina Amorim, na noite desta terça-feira (22). Ao tentar aplicar colírio nos olhos, ela confundiu o frasco com outro de supercola, equivalente à Super Bonder. Ela percebeu o erro no momento em que a substância entrou em contato com o olho e suas pálpebras ficaram coladas.

Continua depois da publicidade

“Passei um momento muito difícil. Eu tinha, na minha geladeira, três colírios e uma supercola. Meu namorado pegou o vidro para mim e me perguntou: ‘esse aqui que é para seu olho’? Sem os óculos, não notei a diferença e disse que sim. Então ele veio e, ao aplicar, foi a pior sensação do mundo. Queimava muito. Eu tentava abrir o olho e não conseguia”, conta a comerciante.

Os familiares providenciaram assistência médica e a levaram para um hospital da cidade. No entanto, por falta de um médico especialista, o atendimento se limitou à aplicação de soro e analgésico, para reduzir a dor. “No hospital, eles não tiveram como fazer nada por mim. Lavaram com soro fisiológico. Voltei para casa e estava ainda pior. A supercola virou uma ‘pedra’ dentro do meu olho. Foi uma noite muito difícil, muito desagradável”.

Nesta quarta-feira (22), bem no início da manhã, Regina foi atendida por um oftalmologista, que conseguiu descolar as pálpebras e retirar o produto que estava nos olhos da comerciante. O olho direito ainda está muito inchado e, por causa do produto agressivo, ela ainda não recuperou a visão. “Agora estou aplicando dois tipos de colírio, passando pomada, mas não consigo abrir nenhum dos dois olhos, pois para abrir um, abro o outro, que ainda dói muito”, conta Regina.

Caso serve de alerta

Continua depois da publicidade

O caso serve de alerta. Muitos frascos de colírio são semelhantes aos de supercola e, num momento de distração, um acidente grave pode acontecer. Regina, que agora aguarda a melhora do olho para fazer exames e verificar se houve danos à visão pede, ainda, que as pessoas tenham muito cuidado com medicamentos em locais inadequados, para que não passem pela mesma dor que ela está sentindo.

“Tenham muito cuidado. São frascos pequenininhos e se parecem. Então, é melhor deixar cada coisa em seu lugar. Nunca imaginei que isso aconteceria comigo. Misturar um produto desses com remédio é muito perigoso. Espero superar tudo isso e que essa reportagem sirva de alerta para todos”, diz.

O médico oftalmologista Bruno Viana explicou que esse tipo de acidente não é tão incomum quanto parece. O primeiro procedimento, segundo ele, é lavar a área atingida, com água abundante. “E procurar um médico oftalmologista imediatamente, para avaliar as possíveis lesões na córnea e em outras estruturas do olho. Se houver lesão, tanto na córnea quanto na estrutura do olho, pode sim ter o risco de perder a visão”, explica.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here