Economia

Apesar da pandemia, comércio capixaba tem alta em julho e no ano

COMPARTILHE
comércio
66
Advertisement
Advertisement

Mesmo em um período turbulento por conta da pandemia, o comércio varejista capixaba fechou julho com alta de 1,2% em julho deste ano, em comparação com o mês anterior. O resultado foi puxado por equipamentos de escritório, no varejo restrito, e por veículos, no ampliado.  No acumulado no ano, o volume de vendas do varejo restrito capixaba acumulou alta de 10,5%, obtendo a 7ª melhor performance entre os Estados e acima do visto no Brasil (6,6%), ao passo que o varejo ampliado avançou 22,1%. Já no acumulado em 12 meses, o varejo restrito expandiu 10,5% enquanto o ampliado cresceu 17,7%.

Continua depois da publicidade

Na comparação com igual período de 2020, o crescimento do varejo restrito foi de 11,5%. Já no acumulado dos 12 meses, a alta foi de 10,5%. Os bons resultados foram reflexo de todas as oito atividades pesquisadas na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados foram disponibilizados pelo Istituto Jones dos Santos Neves (IJSN), nesta sexta-feira (10).

Na comparação interanual (janeiro a julho de 2020 e 2021), os bons números foram reflexo das oito atividades pesquisadas. O segmento equipamentos e materiais para escritório expandiu 75,2%, seguido de outros artigos de uso pessoal e doméstico (+50,3%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (+28,8%); tecidos, vestuário e calçados (+26,3%); combustíveis e lubrificantes (+23,0%); livros, jornais, revistas e papelaria (+4,7%); móveis e eletrodomésticos (+2,3%); e hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (+1,1%)

Continua depois da publicidade

O volume de vendas do varejo ampliado, no Espírito Santo, exibiu alta de +16,1%, na comparação interanual, influenciada por veículos, motocicletas, partes e peças (+33,2%). Material de construção sofreu recuo de -17,7%.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here