Política Nacional

Bolsonaro: 'Se proposta de Fachin vingar, é o fim do agronegócio'

COMPARTILHE
30
Advertisement
Advertisement

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado, 11, que o voto do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, contrário à aplicação da tese do “marco temporal” na demarcação de terras indígenas, resultaria no “fim do agronegócio” no Brasil caso seja acatado pela Suprema Corte.

Continua depois da publicidade

“Se a proposta do ministro Fachin vingar, será proposta a demarcação de novas áreas indígenas que equivalem a uma região Sudeste toda. Ou seja, é o fim do agronegócio, simplesmente isso e nada mais do que isso”, disse Bolsonaro, que recebeu a Medalha do Mérito Farroupilha, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em cerimônia durante a 44ª Expointer.

O presidente afirmou que o seu governo tem deixado o campo “completamente livre” e foi aplaudido ao lembrar da escolha da ministra Tereza Cristina para comandar a Agricultura. “Faz um trabalho excepcional, quero elogiá-la mas também dizer que, com a escolha de ministros pelo critério técnico e sem pressões políticas, todos ganharam com isso”, disse.

Cícero Cotrim e Daniel Weterman
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here