Política Nacional

Modalmais/AP Exata: governo tem 48,9% de avaliações negativas e 24% de positivas

COMPARTILHE
20
Advertisement
Advertisement

Pesquisa feita pelo banco Modalmais e consultoria AP Exata aponta que os índices de aprovação do governo Bolsonaro sofreram uma nova queda nesta semana. Segundo levantamento, o índice de pessoas que avaliam o governo como bom ou ótimo é de 24% (uma queda de 4,1% em relação à semana anterior). As que avaliam como ruim ou péssimo somam 48,9% ( 0,5%. p.p. a mais) e as que consideram o governo como regular ficaram em 27,1% (3,4% p.p. a mais).

Continua depois da publicidade

De acordo com o levantamento, apesar de ter diminuído a adesão aos movimentos pró-governo realizados no último dia 7 de setembro, os atos conseguiram testar a capacidade do presidente “para parar o País”.

A pesquisa avalia que a carta pedindo harmonização entre Poderes assinada pelo presidente Jair Bolsonaro ontem, 9, também o deixa em uma posição confortável com relação à tensão que ele criou. “Se Alexandre de Moraes seguir uma agenda punitivista, será visto como alguém que não quer cooperar para o apaziguamento institucional”, diz a pesquisa sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal, que virou o principal alvo da base do presidente.

Advertisement

“Nem mesmo a militância governista acredita que o presidente realmente estendeu uma bandeira branca porque pretende mudar o comportamento bélico. Bolsonaristas e oposição viram na jogada um ato estratégico, para garantir a governabilidade e reduzir as pressões. Algo certeiro e pontual, mas com data de validade”, avalia o levantamento.

Continua depois da publicidade

Matheus de Souza
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here