Meio Ambiente

Renato Casagrande apresenta consórcio Brasil Verde ao Fórum dos Governadores

COMPARTILHE
73
Advertisement
Advertisement

O Fórum de Governadores aprovou a criação do Brasil Verde, um consórcio que visa a articulação internacional dos Estados e organiza as ações internas na área ambiental. Em reunião híbrida na manhã desta segunda-feira (23), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, que é o articulador do movimento Governadores pelo Clima, apresentou o modelo de governança que foi aprovado pelos demais chefes dos Executivos estaduais do País.

Continua depois da publicidade

“O consórcio Brasil Verde vai buscar recursos para financiar bons projetos para redução das emissões e também na busca de projetos que incentivem a geração de energia renovável. O tema das mudanças climáticas é importante para o Brasil. Os Estados querem ajudar o País a alcançar suas metas”, declarou o governador capixaba.

Casagrande prosseguiu: “A criação desse consórcio, que será gerenciado pelos Estados, terá um fundo único para se apresentar de forma transparente às instituições internacionais e a outros países. É um passo na articulação do Brasil com a participação dos Estados, buscando atingir as metas de redução de emissões de carbono. Uma grande conquista para a sociedade brasileira.”

No mês passado, o governador capixaba foi um dos articuladores da reunião virtual com o enviado especial dos Estados Unidos para o clima, John Kerry. O encontro teve a participação de governadores de todas as regiões do País, que apresentaram os projetos regionais prioritários na área de conservação ambiental. Na ocasião, ficou pactuada a criação de uma comissão que trataria o assunto diretamente com um emissário indicado pelo secretário americano. O movimento pretende se reunir com outros países, blocos econômicos e organizações internacionais. Acompanhe o posicionamento de Casagrande:

Continua depois da publicidade

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here