Segurança

Operação integrada prende assassino de cantor sertanejo e apreende drogas em Muqui

COMPARTILHE
3484
Advertisement
Advertisement

Dois homens, tidos pela polícia como autores de homicídios em Muqui, foram presos durante uma operação integrada entre policiais militares e civis na manhã desta quarta-feira (4), no município. Os cães farejadores Killer e Messi, do 9º Batalhão da PM, participaram da ação.

Continua depois da publicidade

Um dos suspeitos é investigado pelas mortes de Carlos Pastor Neto, 49 anos, e de Maria das Graças Xavier Franzoni, 48 anos. O cantor sertanejo e a mulher foram assassinados na fazenda onde trabalhavam, no dia 14 de julho deste ano, em Santa Rita, interior de Muqui. Esse suspeito é ex-marido de Graça e teria cometido o crime por ciúme.

O outro preso na operação é apontado como autor dos tiros que mataram Átila dos Santos Ramos, no dia 10 de julho, também neste ano. Esse assassinato ocorreu no bairro Boa Esperança e, segundo a PM, está relacionado à disputa pelo tráfico de drogas na região.

A equipes também fizeram buscas na casa do assassino de Átila e em alguns pontos onde ele e outros criminosos escondiam drogas, em uma área de mata. Com a ajuda dos cães, foram encontrados 25 buchas de maconha, 113 pedras de crack, celulares, possivelmente roubados, e uma moto com restrição de furto.

Continua depois da publicidade

Os detidos foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Cachoeiro de Itapemirim e o material apreendido na operação foi deixado na delegacia de Muqui.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here