Política

Câmara de Vereadores de Cachoeiro está entre as mais transparentes do Espírito Santo

COMPARTILHE
Foto: Alessandro de Paula
82
Advertisement
Advertisement

A Câmara Municipal de Vereadores de Cachoeiro ficou em segundo lugar geral no ranking estadual de Transparência divulgado esta semana pelo Tribunal de Contas do Estado. A apuração aconteceu de novembro de 2020 a março de 2021, e o foco é a transparência ativa, ou seja, aquela pela qual o cidadão tem acesso às informações dos órgãos públicos pela internet, sem a necessidade de solicitação ou justificativa prévia.

“Quando assumimos a presidência da Câmara, assumimos também a responsabilidade de conduzir nosso legislativo com transparência e honestidade, e é uma alegria muito grande ter o reconhecimento de nosso trabalho logo no início da gestão”, comemora o presidente da Câmara, Brás Zagotto (PV).

Continua depois da publicidade

O presidente ressalta que essa vitória se torna ainda mais importante quando se considera que o Legislativo Municipal estava em 67º no ranking anterior, divulgado em 2018. Naquela ocasião, o Tribunal de Contas coletou os dados logo após a Câmara ter sofrido dois ataques de hackers, que danificaram e paralisaram durante meses todos os seus sistemas, inclusive o Portal da Transparência na internet. “Essa recuperação demonstra a competência técnica e o compromisso do nosso Legislativo para prestar o melhor serviço à população de Cachoeiro”, afirma ele.

Brás também destaca o mérito do ex-presidente da Câmara, Alexon Cipriano, já que a avaliação do Tribunal de Contas inclui os dois últimos meses da administração anterior. E garante que sua intenção, agora, é levar a Câmara de Cachoeiro ao primeiro lugar no próximo ranking. “Estamos proporcionando as condições para que isso ocorra, e tenho a certeza de contar com o engajamento de servidores e vereadores nessa empreitada”, diz o presidente.

Continua depois da publicidade

A transparência na gestão pública é um importante mecanismo de controle social, que possibilita ao cidadão verificar como os recursos públicos estão sendo utilizados. O levantamento do Tribunal de Contas avalia todos os dados contidos nos portais dos legislativos dos municípios capixabas, desde a atividade legislativa, como projetos aprovados e resultado de votações, por exemplo, até as informações administrativas, como licitações, contratos, relação de servidores, folha de pagamento, despesas, auditorias e muito mais. A facilidade de acesso aos dados também é considerada.

Outras três câmaras de vereadores de municípios da região Sul aparecem entre as dez mais transparentes no Estado: Vargem Alta (terceira posição), Muqui (sexta posição) e Venda Nova do Imigrante (nona posição). A nota atribuída à Câmara de Vargem Alta pelo Tribunal de Contas é de 87,29, ou seja, 3,95 pontos atrás da primeira colocada, a Câmara Municipal de Guarapari.

Advertisement

Para a presidente da Câmara Municipal de Vargem Alta, vereadora Alessandra Olga Borges
Fassarella, o resultado mostra o empenho dos servidores da casa, assim como dos presidentes
anteriores, que fizeram esta Casa de Leis evoluir na avaliação do Tribunal de Contas.
“Nossos servidores trabalham em harmonia e desempenham suas funções de forma eficiente.
Esse resultado mostra como o serviço público é levado a sério pelo Legislativo de Vargem
Alta”, afirmou Alessandra.

Continua depois da publicidade

A presidente ainda destacou que o trabalho para tornar a Câmara ainda mais eficiente não
para. “Estamos aprimorando ainda mais o nosso Portal da Transparência, que está passando
por uma grande reformulação. Vamos em busca do primeiro lugar neste ranking do Tribunal
de Contas”, finalizou.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here