Agronegócio

Assinado protocolo de intenções para criação da Rede Capixaba de Trilhas

COMPARTILHE
51
Advertisement
Advertisement

O Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), a Secretaria de Turismo (Setur) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) assinaram, nessa segunda-feira (23), o protocolo de intenções para elaboração de proposta da Rede Capixaba de Trilhas. O documento foi assinado durante visita técnica no Parque Estadual do Forno Grande, em Castelo, com a presença de guias turísticos do Espírito Santo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O objetivo do acordo é fortalecer a articulação institucional e promover a colaboração mútua para elaboração de proposta para a Rede Capixaba de Trilhas, no âmbito da Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade – RedeTrilhas, a partir da experiência de um projeto piloto na região do Parque Estadual de Itaúnas (PEI), em Conceição da Barra.

“Essa é uma parceria muito importante para o turismo, meio ambiente e desenvolvimento sustentável do Espírito Santo, que tem belezas que poucos lugares têm. O termo que assinamos aqui é um embrião para que futuramente, todo o Estado tenha trilhas de longa distância”, destacou o diretor-presidente do Iema, Alaimar Fiuza.

O diretor-presidente disse ainda sobre a presença dos guias de turismo no Parque Estadual do Forno Grande. “É uma alegria receber os guias de turismo aqui. Nosso desafio e projeto estratégico de Governo é tornar os parques mais sustentáveis.  Temos uma parceria muito importante com a Setur e o turismo é uma das principais formas de gerar riquezas de forma sustentável. Temos nas unidades de conservação grandes oportunidade, pois, apesar da pandemia, as pessoas estão carecendo de espaços abertos e de se conectar com o meio ambiente”, informou.

Continua depois da publicidade

A secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro, ressaltou a importância desta união do Governo do Estado com a comunidade, Prefeitura e o Sistema S. “Temos uma riqueza natural muito especial e esta união de forças permite que o turismo aconteça de forma ordenada, gerando renda para toda a cadeia produtiva do turismo e permitindo que a comunidade no entorno dos parques prospere mantendo suas atividades e ampliando com opções que façam o local ainda mais interessante para o turista”, frisou.

O superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo, destacou o trabalho que a instituição está realizando no entorno das unidades de conservação. “O Sebrae está atuando a partir da identificação das vocações e das potencialidades do território para o turismo. A intenção é construir, de forma participativa, um plano de ações para a dinamização e qualificação dos pequenos negócios ligadas às atividades do turismo no entorno do Parque Estadual de Forno Grande”, pontuou

Parque Estadual do Forno Grande

Advertisement
Continua depois da publicidade

O Parque Estadual do Forno Grande, localizado em Castelo, tem o segundo ponto mais alto do Estado: o Pico do Forno Grande, um grande maciço rochoso granítico e cônico que pode ser avistado de grandes distâncias. A vegetação destaca-se pela presença de espécies endêmicas e pela formação florestal de altitude, muito rara no país. Sua fauna possui animais na lista de extinção, como a onça suçuarana e o gavião-pega-macaco.

Visitação

Horário de funcionamento para visitação: das 8h às 11h e das 13h às 16h
Capacidade de visitantes por dia: 50 pessoas por turno
Agendamento para visitação: não é necessário. O controle é feito por ordem de chegada.

Agendamento para escalada: [email protected]
Endereço: Estrada rural s/n. Distrito Forno Grande, Castelo, Espírito Santo.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here