Segurança

Após ter clínica arrombada, empresário reclama da insegurança no comércio de Guaçuí

COMPARTILHE
1210
Advertisement
Advertisement

“Me sinto lesado pelo poder público, desrespeitado e muito indignado com essa insegurança”. Esse é o desabafo do médico e empresário Alcir Baptista de Amorim que teve sua clínica alvo de um criminoso no último domingo (1). O consultório fica na rua Emília Miranda Grando, no bairro Beira Rio, em Guaçuí.

Advertisement
Continua depois da publicidade

De acordo com Amorim, a clínica estava funcionando no endereço há, apenas, duas semanas, quando o bandido entrou no estabelecimento por uma báscula.

O abuso do criminoso foi tão grande que além de roubar um notebook,  foi à cozinha e bebeu um refrigerante que estava na geladeira. A esposa do médico, Carla Amorim, que também trabalha na clínica, foi a primeira a chegar ao local após o crime.

Continua depois da publicidade

 

Pelo que soube por vizinhos, ela diz acreditar que o suspeito tenha se assustado depois de um carro parar em frente à clínica e, por isso, não tenha tido mais tempo para furtar outros objetos.

O crime foi descoberto porque o restaurante que fica ao lado estava sem energia e o pedreiro que foi chamado para resolver o problema notou a invasão. O profissional logo avisou à proprietária da clínica, que esteve na empresa e confirmou o furto.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O que diz a polícia

Segundo o 3º Batalhão da Polícia Militar e a Delegacia do município, em junho, foram seis furtos a estabelecimentos. Em julho, esse número caiu para um e, até o dia 4 de agosto, somente o caso da clínica havia sido registrado.

A PM ressalta que vem trabalhando em conjunto com a Polícia Civil e que, nas últimas semanas, prendeu os autores desses crimes, por isso houve queda nesses registros.

Já a Polícia Civil pede que as vítimas desses furtos comuniquem o crime na delegacia. Na maioria das vezes, segundo a PC, essas ações criminosas são promovidas por dependente de drogas. Denúncias podem ser feitas por meio do 181 e 190. Não é preciso se identificar.

Advertisement