Cidades

Moradora de Cachoeiro pede ajuda para reencontrar a mãe, sem contato há mais de 45 anos

COMPARTILHE
Moradora de Cachoeiro pede ajuda para reencontrar a mãe, sem contato há mais de 45 anos
2657
Advertisement
Advertisement

Imagine estar há mais de 45 anos sem sequer ver a mãe? Pois esta é a realidade de uma babá, que mora no bairro Aquidaban, em Cachoeiro de Itapemirim. Nelcy Alves Nogueira Cabral tem 56 anos e relata que, desde os dez, não faz ideia do paradeiro da mãe.

Continua depois da publicidade

A babá recorre às redes sociais e à solidariedade para reencontrar a dona de casa, Palmira de Oliveira Nogueira. “Chega a dar um aperto no meu coração ficar sem saber como a minha mãe está hoje”, desabafa Nelcy ao pedir ajuda para acabar com a angústia.

Ela lembra que, juntamente com os dois irmãos, foi deixada com o pai pela mãe, quando dona Palmira resolveu sair de casa para morar com outro homem. Moradora de Cachoeiro pede ajuda para reencontrar a mãe, sem contato há mais de 45 anos

“Pouco tempo depois, meu pai arrumou outra mulher. Acabei sendo criada por ele e minha madrasta. Só que, não demorou muito para meus irmãos e eu sermos deixados na ‘casa dos outros’. Eles (os irmãos dela) não aguentaram a situação e acabaram fugindo”, recorda Nelcy.

Continua depois da publicidade

A babá soube que o irmão mais velho já morreu. Já o outro, que ela identifica como João Alves Nogueira está vivo e também sem contato com Nelcy. “Não bastasse a ausência da minha mãe, ainda tenho que lidar com a falta do meu irmão”, reclama a babá.

Casada, Nelcy tem quatro filhos e é avó do Joaquim, de um ano. “Um dos maiores sonhos que tenho na vida é que o meu neto conheça a bisavó e o tio avô”, confessa a babá.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here