Cidades

Dois dias depois de pedir ajuda, babá que mora em Cachoeiro começa a localizar parentes

COMPARTILHE
3697
Advertisement
Advertisement

Nelcy Alves Nogueira Cabral, agora, é só sorriso! A babá, de 56 anos, passou mais de duas horas ao celular com o ‘novo sobrinho’, nesta sexta-feira, dois dias depois de ver publicada no AQUINOTÍCIAS.COM reportagem em que pedia ajuda para localizar a mãe. A dona de casa, Palmira de Oliveira Nogueira e a filha estão sem contato, há mais de 45 anos.

Continua depois da publicidade

“Ainda não reencontrei a mamãe, mas graças à divulgação, consegui chegar ao Gabriel, de 30 anos, filho do meu irmão mais velho, o Josué, que morreu quando o meu sobrinho tenha 16 anos. Ele disse que o pai passou a vida toda procurando por mim. Nesse caso, era uma busca de ambos os lados” ressaltou Nelcy.

Ela explicou que um policial militar, que trabalha em Cachoeiro de Itapemirim, foi a ponte para primeiro o contato virtual com o parente. O policial me disse que ficou sensibilizado com a reportagem e começou a pesquisar. A partir daí, ele conseguiu identificar o contato do meu irmão falecido e eu acabei chegando ao Gabriel”. A babá mora no bairro Aquidaban, em Cachoeiro e soube pelo sobrinho que, assim como ele, o irmão da tia, identificado como João Alves Nogueira, mora em Vitória. Os irmãos não se veem, desde que eram adolescentes.Moradora de Cachoeiro pede ajuda para reencontrar a mãe, sem contato há mais de 45 anos

” Agora, se Deus quiser, vou conseguir reencontrar o meu irmão. Você não faz ideia do tamanho da felicidade que estou sentindo, meu coração chega a estar batendo mais forte”. Nelcy soube pelo sobrinho que a mãe dela já teria falecido. Ainda assim, mantêm viva a esperança de voltar a estar com Dona Palmira. A babá adianta que, em breve, a família deverá realizar um encontro para celebrar a união.

Continua depois da publicidade

 

 

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here