Segurança

Bombeiros apuram causa de incêndio que matou dono e dois cachorros em Cachoeiro

COMPARTILHE
779
Advertisement
Advertisement

“A situação que encontramos era, no mínimo, bem estranha. A casa não tinha rede elétrica, fogão ou algo que pudesse provocar as chamas”. A avaliação é do comandante do Terceiro Batalhão do Corpo de Bombeiros de Cachoeiro de Itapemirim. O tenente-coronel, Herbert de Castro é um dos bombeiros que foram à casa onde um homem e dois cachorros de estimação morreram, na noite desta quinta-feira (15), em consequência de um incêndio.

Continua depois da publicidade

A casa que pegou fogo fica na rua Abdala Sabra, no bairro Recanto, em Cachoeiro. O Corpo de Bombeiros tem até vinte dias para concluir a perícia que irá apontar as causas do incêndio.  Vizinhos relataram aos militares que o morador, identificado como Ângelo Mario de Oliveira  era alcoólatra e fumava muito. Uma das principais suspeitas do tenente-coronel Herbert é que o fogo tenha sido provocado por um cigarro.

“Apesar de pequeno, o local tem pé direito alto e muita facilidade para sair. Suspeito que a vítima estivesse fumando e, de tão embriagada, não tenha percebido o início das chamas”, comenta o comandante do Terceiro Batalhão do Corpo de Bombeiros, ao acrescentar que qualquer objeto que possa ter causado o fogo, como cigarros, fósforo ou isqueiro, também foi queimado.

De acordo com o tenenete-coronel, ainda, Ângelo não trabalhava, perambulava pelas ruas, mas era pacífico e querido pelos vizinhos. O oficial adianta que as chances de o incêndio ter sido criminoso “são pequenas” e que a conclusão do laudo dos bombeiros deve apontar “causa não apurada”.

Continua depois da publicidade

Foram os vizinhos inclusive, que, apavorados, se uniram e conseguiram apagar as chamas, antes da chegada dos bombeiros. Os militares observaram que os cachorros morreram ao lado do dono e um terceiro animal, conseguiu escapar do incêndio.

Esse cachorro se escondeu atrás da geladeira, que era usada como ‘armário’ na casa, foi resgatado pelos bombeiros, com alguns ferimentos e entregue a parentes do Ângelo. O homem teve o corpo encaminhado ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro.

 

Advertisement
Continua depois da publicidade

 

 

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here