Segurança

Jovem é morto com tiro na cabeça em suposta ‘brincadeira’ com arma de fogo em Marataízes

COMPARTILHE
3701
Advertisement
Advertisement

A Polícia Civil de Marataízes instaurou inquérito para investigar o óbito de Daniel Dezan Alves, 20 anos, que morreu com um tiro na cabeça na manhã desta segunda-feira (7), na Barra do Itapemirim, em Marataízes, em uma suposta ‘brincadeira’ com arma de fogo, a roleta-russa.

Continua depois da publicidade

De acordo com a Polícia Militar, Daniel e outros dois amigos passaram a noite consumindo drogas e brincaram em alguns momentos de roleta-russa durante a madrugada, mas no início da manhã de ontem, ele acabou ‘premiado’ no jogo fatal, tendo atirado contra si. A arma, calibre 32, ficou ao lado do corpo.

Os outros dois amigos que estavam com a vítima no momento do disparo tentaram fugir do local depois de verem Daniel morto. No entanto, segundo um dos envolvidos relatou à PM, o colega conseguiu escapar em uma moto, mas ele foi pego pela população e agredido com chutes, socos e até pauladas porque os populares acharam que ele havia assassinado Daniel.

Ainda durante as agressões ele conseguiu explicar que a morte havia sido provocada pelo jogo, e passou a ser agredido porque teria deixado o amigo brincar com a arma colocando em risco a própria vida. Ele foi levado a Unidade de Pronto Atendimento do município onde recebeu atendimento médico e foi liberado horas depois.

Continua depois da publicidade

O corpo de Daniel foi periciado ainda dentro da residência, que fica na Rua da Divisa, e encaminhado para o Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim. Ainda segundo a Polícia Civil, peritos colheram materiais residuográficos da vítima e do amigo dele para verificar a existência de pólvora nas mãos dos envolvidos e prosseguir o inquérito por crime de homicídio ou suicídio.

Se comprovado que Daniel teve a morte provocada pela ‘brincadeira’ com a arma de fogo, os outros dois jovens que estavam na casa com ele podem responder por induzimento, instigação e auxílio ao suicídio. O terceiro envolvido ainda não se apresentou à polícia.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here