Economia

Indústria da transformação alavanca economia capixaba no primeiro trimestre do ano

COMPARTILHE
Foto: divulgação
75
Advertisement
Advertisement

A economia capixaba teve um crescimento estimado de 1,1% no primeiro trimestre de 2021, em comparação com o quarto trimestre do ano passado. A indústria da transformação foi o grande destaque, com alta de 3% nos três primeiros meses do ano, índice acima da média nacional. Na mesma base de comparação, o segmento teve retração de 0,5% no país. Já no comparativo do primeiro trimestre de 2021 com o primeiro trimestre de 2020, a indústria de transformação cresceu 15,7% no Espírito Santo, enquanto a nacional cresceu 5,6%.

Continua depois da publicidade

Os números foram divulgados nesta segunda-feira (14), pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio dos dados do Indicador de Atividade Econômica do Espírito Santo (IAE-Findes), elaborado pelo Ideies.

“Esse indicador é muito importante porque a indústria de transformação é chamada de a indústria das indústrias. Ela é que puxa os investimentos em inovação. A Findes tem feito um esforço para impulsionar a inovação e a diversificação da economia estadual. Estamos preparando o Espírito Santo para a inovação e a tecnologia, para superarmos a dependência histórica de commodities”, explicou a presidente da Findes, Cris Samorini.

Além da presidente da federação, Cris Samorini, participaram da coletiva o economista-chefe da Findes e diretor executivo do Ideies, Marcelo Saintive, e a gerente do Observatório da Indústria/Ideies, Marília Silva.

Continua depois da publicidade

Resultados 
O economista-chefe da Findes observou que, no início do primeiro trimestre, houve maior flexibilização das medidas de combate à pandemia de Covid-19 e foi iniciada a imunização no Espírito Santo. No final desse período, houve um recrudescimento da pandemia, com novas restrições às atividades econômicas. Essas ocorrências influenciaram no resultado do IAE-Findes.

“No caso do Espírito Santo, medidas restritivas mais rígidas foram implementadas a partir de 18 de março e intensificadas entre os dias 28 de março e 4 de abril”, complementou Saintive.

O IAE-Findes estimou crescimento de 1,1% da economia capixaba na passagem do 4° trimestre de 2020 para o 1° trimestre de 2021, na série livre de sazonalidade.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Esse foi o terceiro trimestre consecutivo de resultado positivo nesta base de comparação, após o forte recuo de 14,4% no 2º trimestre de 2020.

“O resultado reforça que, apesar da pandemia, a economia do Estado seguiu aquecida no 1º trimestre do ano, com avanços nos setores de serviços (+2,5%) e da indústria (+0,2%) frente ao último trimestre de 2020”, explicou Marília Silva.

Em comparação com o 1º trimestre de 2020, quando ainda eram incipientes os efeitos da pandemia, a atividade econômica do Estado apresentou leve alta de 0,2%, com destaque para o crescimento do comércio (+8,1%), da indústria de transformação (+15,7%) e da construção (+29,1%).

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here