Cidades

Centro de Cachoeiro terá mudança de trânsito, calçadas cidadãs e ciclovias

COMPARTILHE
Centro de Cachoeiro de Itapemirim
Foto: arquivo/Aqui Notícias
3406
Advertisement
Advertisement

As vias do Centro de Cachoeiro de Itapemirim vão passar por mudanças. Em dois meses, começam as obras de revitalização da área central, que será o primeiro circuito 100% acessível no município. O projeto prevê a construção de calçadas cidadãs e ciclovias.

Continua depois da publicidade

Além disso, o trânsito vai mudar e os estacionamentos serão no modelo 45 graus. Os pontos de ônibus também serão realocados. A previsão é de que as obras, que custarão R$ 1,5 milhão, sejam entregues no primeiro semestre de 2022.

Segundo disse o secretário municipal de Urbanismo, Mobilidade e Cidade Inteligente, Alexandro da Vitória, em entrevista ao programa Sobretudo nesta quinta-feira (16), as mudanças começam na Ponte Municipal, na entrada da rua Dona Joana e seguem até em frente ao Banco do Brasil. Nesse trajeto, será feita as melhorias como calçada cidadã, além disso, será construída uma ciclovia.

Continua depois da publicidade

“Será feito o recuo do estacionamento, que passará a ser 45 graus. Além de mais fácil para estacionar, nesse sistema cabem mais carros. Num trajeto que temos, hoje, 38 vagas, teremos 42”, explicou.

Pontos de ônibus no Centro de Cachoeiro

Há três pontos de ônibus que, hoje, atendem a região. O que fica próximo à Ponte de Ferro será desativado. Os outros dois mudarão de local, ou seja, serão realocados. “Teremos um ponto de ônibus a menos na área central, na região que vai da frente da prefeitura até a Praça de Fátima. Hoje, são três pontos de ônibus. Um dos pontos, que hoje fica na curva da Ponte de Ferro, vai acabar. Isso porque ele fica numa curva. Além disso, é um local com estreitamento de faixa. Isso significa que há muitos acidentes. Um dos pontos de ônibus ficará em frente à prefeitura e o da Praça de Fátima vai ser recuado alguns metros”, disse Alexander da Vitória.

Mão e contramão na ponte

O reordenamento vai continuar na ponte Carin Tanure, que voltará a ser mão e contramão. “As pessoas poderão fazer o retorno na ponte para voltar para o Independência, ou seja, a mudança vai ajudar a reduzir o trânsito na área da Catedral, principalmente no horário de pico”.

Advertisement
Continua depois da publicidade

As obras, segundo o secretário, serão, em parte, noturnas. Ou seja, a ideia é reduzir, ao máximo, os impactos no comércio da região. “Vamos trabalhar de uma forma que a gente não prejudique o comércio local. Vamos fazer reuniões com os comerciantes. Entendemos que pode ser uma obra mais noturna, que atrapalhe mesmo”.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here