Cidades

“Continuou salvando vidas depois de partir”: a pedido de Saulo Serafim, família doa órgãos de médico

COMPARTILHE
A família do médico Saulo Serafim, que residia e trabalhava em Cachoeiro de Itapemirim, optou pela doação de órgãos depois de serem cumpridos
2748
Advertisement
Advertisement

A família de Saulo Serafim, médico que residia e trabalhava em Cachoeiro de Itapemirim, optou pela doação de órgãos após ele falecer nesta quarta-feira (9) depois de serem cumpridos todos os protocolos de morte encefálica.

Continua depois da publicidade

Foram doados rins, córneas e coração. O corpo do médico será velado amanhã, 11 de junho, no Cemitério Parque, que fica no bairro IBC, onde também será sepultado.

A cerimônia fúnebre está marcada para acontecer às 10h, com duração de 2h30, devido aos protocolos de prevenção à disseminação da Covid-19, portanto, a despedida será de forma breve.

Continua depois da publicidade

“Saulo é meu pai e sempre vai ser. Eu sempre fui a mais apegada a ele, jogávamos junto, treinávamos, gostávamos das mesmas coisas. Todas as lembranças dele serão as mais felizes possíveis, ele sempre com um sorriso no rosto, tentando ajudar todo mundo, independentemente de ser conhecido ou não. Ele e mamãe foram o casal mais perfeito do mundo, não havia discussão na nossa casa, só muito amor e risadas quando ele não só estava trabalhando, sem dúvidas as pessoas mais incríveis do mundo, e eu nunca vou ser capaz de encontrar palavras para agradecer tudo que ele fez por nós. A doação de órgãos foi uma decisão dele enquanto vivo, sempre conversamos e em todas as vezes ele falava que se fosse capaz de salvar outra vida, era para assim fazer. Ele salvou vidas enquanto estava entre nós, e continuou salvando depois de partir. Foram doados os rins as córneas e o que ele tinha de mais precioso, o coração. Vai ficar um vazio eterno aqui, uma dor que sufoca. ”, disse a filha mais velha.

O médico, que era clínico geral, estava internado no hospital Aviccena, em São Paulo, desde o dia 27 de maio. Ele sofreu um grave acidente no autódromo de Interlagos, na capital paulista. Familiares e amigos acompanharam todo processo de hospitalização de Saulo, que teve altos e baixos, mas infelizmente, Saulo Serafim não resistiu.

Apaixonado por motovelocidade, Saulo estava no Autódromo Municipal José Carlos Pace, onde fazia um treino do esporte do qual era adepto há sete anos. Ele sofreu uma queda, sozinho em uma curva, e foi pra área de escape, de brita. Infelizmente a moto caiu por cima dele causando as lesões.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here