Economia

Bolsas de NY fecham em leve alta, após inflação e à espera de Fed

COMPARTILHE
10
Advertisement
Advertisement

As bolsas de Nova York fecharam perto da estabilidade nesta sexta-feira, com o mercado ainda repercutindo a publicação da quinta-feira do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) acima do esperado em maio nos Estados Unidos. Na próxima semana, a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e as posturas indicadas pelo banco central serão observadas atentamente. Impulsionados ao final do pregão, o S&P 500 renovou seu recorde de fechamento e o Nasdaq encerrou com sua máxima do dia.

Continua depois da publicidade

O índice Dow Jones avançou 0,04%, aos 34.479,60 pontos, enquanto o S&P 500 teve alta de 0,19%, aos 4.247,44 pontos, renovando o recorde histórico de fechamento pelo segundo pregão consecutivo, e o Nasdaq subiu 0,35%, aos 14.069,42 pontos. Na comparação semanal, houve recuo de 0,80%, avanços de 0,41% e de 1,85%, respectivamente.

Seguindo o dado de inflação publicado na quinta-feira no país, há avaliação de que o índice está aumentando devido aos problemas da cadeia de suprimentos e aos gastos reprimidos do consumidor, “que devem começar a diminuir no final do verão”, aponta Edward Moya, da Oanda. “As próximas sessões de negociação provavelmente verão um posicionamento modesto à frente do comitê de política monetária do Fed, com os investidores fixando-se sobre como as discussões sobre a redução começarão”, projeta Moya.

Advertisement

Neste cenário, os papéis de farmacêuticas registraram alguns dos principais movimentos nas bolsas. As ações da Vertex Pharmaceuticals tiveram uma das maiores quedas da sessão, 10,96%, depois que a empresa interrompeu o desenvolvimento de um medicamento que trataria uma doença genética. Após a notícia, uma série de bancos reduziu o seu preço de recomendação de compra para as ações da empresa.

Continua depois da publicidade

Já os papéis da Biogen recuaram 4,36%, depois de dispararem na semana seguindo recomendação positiva da agência reguladora dos EUA (FDA) sobre seu medicamento contra Alzheimer. No entanto, membros do painel responsável pelo aval vem abandonando o cargo, no que é visto como indicativo de controvérsia sobre a decisão.

Entre as ações alvos de especuladores de varejo em 2021, a AMC teve forte alta, 15,39%, sendo uma elevação no crédito da empresa um dos motivos apontados. Depois de um forte recuo na quinta, a GameStop recuperou parte das perdas, e teve alta de 5,88%.

Matheus Andrade
Estadao Conteudo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here