Grande Vitória

Prefeitura de Viana realiza ação para inibir furtos de fios de cobre de iluminação pública e tampas de bueiros

COMPARTILHE
159
Advertisement
Advertisement

A Prefeitura de Viana realizou, nesta segunda-feira (10), uma ação integrada de fiscalização a locais de venda e revenda de materiais recicláveis e sucatas. A ação é organizada pela secretaria de Defesa Social (SEMDES), com a participação da Secretaria de Meio Ambiente (SEMMA), Guarda Municipal, Polícia Militar, Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) e a Secretaria de Ordem Pública e Serviços Urbanos.

Continua depois da publicidade

O objetivo da fiscalização é inibir os furtos de fios de cobre de iluminação pública, tampas de bueiros, verificar se os locais estão regularizados com a prefeitura e também realizar uma varredura para identificar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Oito estabelecimentos foram visitados e mais fiscalizações ocorrerão.

O secretário de Defesa Social de Viana, Enoni Erlacher, explicou que a Guarda Municipal fez um mapeamento e uma análise estatística das ocorrências das regiões com maior índice de ocorrências. “Os bairros onde a operação teve início são os que mais possuem incidência de crimes de furtos de cabos elétricos e tampas de bueiros. Além de hoje, a intenção é levar a fiscalização para todo o município de Viana”, explicou o secretário.

Durante o período da manhã, no bairro Industrial, em um galpão fechado, foi encontrada fiação camuflada entre as sucatas. A fiação estava descascada descaracterizando o fio, fruto de furto de rede elétrica em Viana. Na área externa deste galpão, escondido num saco de estopa, havia peças de linha férrea com peso aproximado de oito quilos cada, sendo 10 parafusos Tirefond e oito placas de apoio. Esta ação foi acompanhada por técnico da VLI Oficina de Vagões, que trabalha para a empresa Vale, controlando o transporte ferroviário de cargas por ferrovia.

Continua depois da publicidade

A orientação de capitão Enoni Erlacher, secretário de Defesa Social de Viana, é que não se compre este material. “Uma ilegalidade leva a outra ilegalidade. Quem furta e quem compra resultado de furto está cometendo crime igual ou pior, por estar incentivando este tipo de furto que onera os cofres públicos e prejudica a população, que fica às escuras em áreas de lazer, por exemplo.”

O secretário de Meio Ambiente, Luiz Guilherme da Costa Cruz, enfatizou que a participação da secretaria é verificar possíveis irregularidades em relação ao meio ambiente. “Nós estamos aqui para trabalhar de forma preventiva e também fiscalizadora em relação a licenciamentos e outras demandas que forem necessárias”, disse.

Balanço da Ação
Na ação, foram notificados quatro estabelecimentos que não possuem licença ambiental. Os donos foram orientados a comparecer à secretaria para regularizar a situação.
Já a Secretaria de Ordem Pública e Serviços Urbanos identificou que cinco propriedades não possuem alvará de funcionamento, e também foram orientadas a regularizar sua situação.
A Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde, identificou que todos os oito lugares possuem foco do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue. Os proprietários foram orientados a cuidar destas áreas e acabar com os focos.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here