Cidades

Em uma semana, fiscais abordaram 1,8 mil pessoas sem máscaras nas ruas de Cachoeiro

COMPARTILHE
618
Advertisement
Advertisement

Agentes comunitários de combate a endemias de Cachoeiro de Itapemirim realizaram, nesta semana, uma ação de conscientização sobre uso obrigatório de máscara em áreas públicas. No total, foram abordadas 1.882 pessoas sem máscara em ruas da região central da cidade.

Continua depois da publicidade

Dos pedestres abordados, 892 (47,4%) passaram a usar máscara após orientação. Outros 773 (41,07%) continuaram sem utilizar e 225 (11,96%) afirmaram não ter o item de proteção naquele momento para colocá-lo.

Durante as atividades, também foi verificado que 856 pessoas abordadas (45,48%) tinham conhecimento sobre o decreto nº 30.534/2021, que estabelece multa para quem não usar máscara em áreas públicas do município.

Além disso, apenas 666 pessoas abordadas (35,39%) declaram saber do valor mínimo de R$ 997 para a multa. Em relação à data de início da aplicação da multa – 1º de junho –, o número foi ainda menor: 565 pessoas disseram ter ciência (30,02%).

Continua depois da publicidade

O período de 30 dias para conscientização da população está previsto no decreto que estabelece multa para quem não usar máscara, o qual foi publicado no último dia 30 de maio.

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult) também reforçou o trabalho de conscientização por meio de ações lúdicas, com a presença de artistas fantasiados locais da área central de Cachoeiro. O trabalho de orientação será retomado na semana que vem.

“O número de pessoas sem máscara nas ruas ainda é muito grande, mas o poder público está fazendo a sua parte, tomando todas as medidas necessárias e dialogando com a população. Pedimos a todos que contribuam com esse trabalho, para que possamos superar esse período tão desafiador”, reforça o vice-prefeito de Cachoeiro, Ruy Guedes, que coordena o Serviço de Comando Operacional (SCO) para combate à Covid-19 no município.

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here