Política Regional

Castelo: em prestação de contas, Nali destaca o funcionamento de máquinas que estavam paradas

COMPARTILHE
268
Advertisement
Advertisement

A convite dos vereadores, o prefeito de Castelo, João Paulo Nali (PTB), esteve na sessão ordinária da noite desta terça-feira (11), onde prestou contas dos primeiros meses de seu mandato. Nali falou de suas ações, fazendo um apanhado dos serviços prestados por todas as secretarias.

Continua depois da publicidade

Durante duas horas, o prefeito destacou que está sendo um ano difícil pelo impacto da pandemia do novo coronavírus, mas que já conseguiu grandes avanços. “Nossa diminuição mensal de gastos a partir do mês de maio será de R$ 198 mil. Uma economia proveniente de aluguéis, terceirizações e cessões. Adotamos um novo modelo de gestão. Desde que assumimos só contratamos máquinas por 15 dias. Depois colocamos as nossas para funcionar e hoje todos os serviços são feitos com os nossos equipamentos, e utilizamos mão de obra própria”, disse João Paulo.

Nali informou também que está colocando vários outros equipamentos que estavam em desuso para funcionar, como a fábrica de manilhas, a usina de asfalto e a fábrica de canos. “Não tenho vaidade em dizer que foi idealizado por mim ou pro outro gestor, o importante é bem servir à população de Castelo, fazer pelo bem comum, e, nesse caso, esses maquinários funcionando beneficiam principalmente o trabalhador rural”, enfatizou.

Continua depois da publicidade

Os vereadores elogiaram a prestação de contas do prefeito e também deram sugestões. A legalização das casas da Cava Roxa, a criação do Centro de Atendimento à Covid, o corte nas despesas, o projeto de reforma da rodoviária, as reformas dos prédios públicos, varrição e limpeza de ruas, podas de árvores, estruturação dos cemitérios do Centro e de Aracuí, e as obras da UTI da Santa Casa Castelense foram algumas das ações citadas.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here