Coronavírus

Aos 26 anos, jovem de Apiacá morre 20 dias após parto de emergência ao contrair Covid-19

COMPARTILHE
Foto: Arquivo pessoal
2085
Advertisement
Advertisement

Uma jovem de 26 anos foi sepultada nesta segunda-feira (3) após falecer por complicações causadas pela Covid-19. Ela deu à luz numa cesárea de emergência no dia 13 de abril depois de ter o quadro de saúde agravado pela doença.

Continua depois da publicidade

Após o parto, Kamila Gomes Lopes Perdomo foi para Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Vicente de Paulo, em Bom Jesus do Itabapoana, no Rio, e conheceu a pequena Aurora por vídeo.

Ela ficou dois dias na UTI destinada a contaminados pelo coronavírus depois de dar à luz e precisou ser intubada no terceiro dia internada na ala.

Foto: Arquivo pessoal

Desde então Kamila – que era de Apiacá e estava residindo em Santa Maria de Campos, em Campos dos Goytacazes, no Rio – ficou ligada ao aparelho de respiração artificial, mas na noite deste domingo (2) não resistiu à doença.

Continua depois da publicidade

A morte da jovem deixou moradores do pequeno município de Apiacá, no Caparaó, consternados. Kamila deixa o esposo, um casal de filhos de 9 e 4 anos, além da recém-nascida.

Depois de nascer, a bebê foi testada para saber se estava contaminada pela Covid-19, mas o exame apontou resultado negativo.

Até o momento, o Espírito Santo já contabiliza 11 óbitos de gestantes desde o início da pandemia. Para tentar reduzir o risco de gravidade e morte de mulheres grávidas, o Estado iniciou nesta terça-feira (4), a vacinação deste grupo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A vida de Kamila não foi poupada pelo vírus, casos como o dela merecem ainda mais notoriedade. É preciso manter o isolamento e o uso de máscaras para diminuir o número de contaminados pela Covid e, consequentemente, o de óbitos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].