TV AQUI

Vídeo - Vereadores de Guaçuí querem derrubar veto do prefeito a projeto sobre transparência

COMPARTILHE
235
Advertisement
Advertisement

Os vereadores Wanderley Moraes e Aroldo Montoni disseram em entrevista ao programa Aqui nas Cidades dessa quarta-feira (21) que são contra o veto do prefeito Marcos Luiz Jauhar ao Projeto de Lei 002/2021, de autoria do vereador Valmir Santiago (DEM). Eles acreditam que o prefeito foi “mal assessorado” pelo jurídico da prefeitura. A Lei exige que as licitações sejam gravadas e transmitidos ao vivo, na internet. O veto voltará ao plenário da Câmara para ser aprovado ou derrubado pelos vereadores.

Continua depois da publicidade

Wanderley Mores e Aroldo Montoni foram bastante firmes durante a entrevista ao dizerem que, todos os vereadores precisam derrubar o veto do prefeito pelo bem da transparência das ações públicas.

“Eu não consigo acreditar que o vereador que votou a favor do projeto vai votar a favor o veto”, disse o vereador Aroldo Montoni.

Segundo Wanderley Moraes, o prefeito tomou uma decisão rum, foi mal assessorado na decisão e que o próprio prefeito pediu para que o veto seja derrubado pelos vereadores.

Continua depois da publicidade

“O legislativo pode sim fazer parte de uma demanda do orçamento. Quando você lê um projeto que vem em encontro à transparência e favorecendo o interesse popular tem que pautar a decisão na Lei. A câmara de vereadores tem por obrigação derrubar esse veto. O próprio prefeito Jauhar me ligou e pediu para votar contra o veto. Já ia votar contra mesmo. Eu acho que o prefeito foi mal assessorado nesse projeto, a procuradoria deveria ter pensado também no interesse popular, não apenas no interesse técnico” completou Wanderley.

Assista o trecho da entrevista:

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].