Coronavírus

Hospitais de Cachoeiro não oferecem tratamento com pulmão artificial usado em Paulo Gustavo

COMPARTILHE
1733
Advertisement
Advertisement

O ator e humorista Paulo Gustavo está internado desde o dia 13 de março por conta da Covid-19. Por conta do estado de saúde, os médicos decidiram utilizar um tratamento conhecido por oxigenação por membrana de Saúde (Ecmo). A terapia custa, em média, R$ 30 mil por dia e não é oferecida em larga escala pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em Cachoeiro de Itapemirim nenhum hospital possui o equipamento, nem na rede pública, na filantrópica ou particular.

Continua depois da publicidade

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o tratamento está longe de ser prática comum e que “o procedimento Ecmo (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) não é padronizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Na rede filantrópica, a Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim e o Infantil responderam que não oferecem o tratamento com o dispositivo. O Hospital Evangélico informou que também não oferece a terapia e que são pouquíssimos locais do país que têm estrutura para oferecer, devido ao alto custo do dispositivo.  Na rede particular, a Unimed Sul Capixaba informou que não tem o equipamento.

O dispositivo é mesmo de difícil acesso. Em entrevista à CNN, a cardiologista e intensivista Ludhmilla Hajjar, que chegou a ser cotada para o Ministério da Saúde, disse que a terapia não é oferecida em larga escala pelo Sistema Único de Saúde. “Infelizmente, muitas pessoas como ele não tem chance de ser tratadas em uma ótima estrutura e ter a Ecmo. É um dispositivo relativamente caro, custa em torno de R$ 30 mil. Não se consegue fazer hoje em alta escala no SUS”, disse.

Continua depois da publicidade

Quanto tempo de tratamento?

Ecmo é a abreviação de Extra Corporeal Membrane Oxigenator, em português, oxigenador de membrana extracorpórea. É um dispositivo capaz de substituir as funções do pulmão do paciente (oxigenação do sangue e retirada de gás carbônico) em situações em o pulmão não é capaz de realizar as mesmas. As informações constam no site do cirurgião vascular, Diego Gaia. Na prática, o equipamento retira o sangue sem oxigênio do sangue do paciente, realiza a oxigenação e retirada do gás carbônico e retorna para o paciente.

“Não existe um tempo fixo de permanência do sistema. Ele pode permanecer conectado ao paciente por muitos dias e, na maioria das vezes, permanece ligado até a melhora do quadro de inflamação ou infecção pulmonar”, escreve o cardiologista.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Últimas notícias de Paulo Gustavo

O ator Paulo Gustavo segue em tratamento e “melhorando aos pouquinhos”, como postou o marido dele, Thales Bretas em suas redes sociais. “O caminho é longo e tortuoso, às vezes encontramos umas pedras, mas o destino final certamente é a cura! Sabemos que, por causa da Ecmo (circulação extracorpórea em membrana, que é o pulmão artificial) ele tem que ficar anticoagulado, perde um pouco de sangue, e por isso precisou tomar algumas bolsas de sangue”, escreveu Bretas, que pediu que quem pudesse fizesse uma doação de sangue.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: (28) 3521-7726, [email protected].