Coronavírus

Fiocruz defende lockdown em Estados com ocupação de leitos acima de 85%

COMPARTILHE
137
Advertisement
Advertisement

Os pesquisadores da Fiocruz defendem que Estados com taxa de ocupação acima de 85% nos leitos destinados à pacientes com Covid-19 decretem lockdown. No boletim extraordinário da fundação, divulgado nesta terça-feira (6), os cientistas “defendem que é fundamental neste momento a adoção ou a continuidade de medidas urgentes, que envolvem a contenção das taxas de transmissão e crescimento de casos através de medidas bloqueio ou lockdown, seguidas das de mitigação, com o objetivo reduzir a velocidade da propagação”.

Continua depois da publicidade

No Espírito Santo, a taxa de ocupação de leitos está em 94,47%, na atualização desta quarta-feira (7) do painel da Secretaria de Estado da Saúde. O número permaneceu acima dos 80% durante praticamente todo o mês de março, o que levou o Governo do Estado a decretar 14 dias de quarentena.

E a situação deve permanecer crítica também ao longo do mês de abril, continua o documento. “Isso pode prolongando a crise sanitária e colapso nos serviços e sistemas de saúde nos estados e capitais brasileiras. A análise mostra que o vírus Sars-CoV-2 e suas variantes permanecem em circulação intensa em todo o país. Além disso, a sobrecarga dos hospitais, observada pela ocupação de leitos de UTI, também se mantêm alta”.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].