Política Regional

100 DIAS | "O desafio é manter o equilíbrio entre salvar vidas e cuidar da economia", diz prefeito de Anchieta

COMPARTILHE
140
Advertisement
Advertisement

Em seu segundo mandato à frente do Executivo de Anchieta, Fabrício Petri (PSB), que venceu o pleito com quase 56% dos votos, avalia que, se no primeiro mandato o desafio foi administrar os problemas econômicos por conta do fechamento da Samarco, no atual, a crise na saúde causada pelo coronavírus. Nos 100 dias de governo, Petri afirma que a administração está atuando com firmeza no combate à pandemia, mas sem deixar de lado as obras e ações que fazem a máquina pública funcionar.

Confira a entrevista completa:

Continua depois da publicidade

Quais os maiores problemas enfrentados pela administração?

Sem dúvida, o maior problema enfrentado pelas administrações está sendo o combate à pandemia do novo coronavírus.

Como o senhor avalia os 100 primeiros dias de governo em seu segundo mandato?

Continua depois da publicidade

Não está sendo fácil, por conta de tudo que vem acontecendo. Estamos atuando com muita firmeza no combate à pandemia, sem deixar de lado as obras e ações que fazem a máquina funcionar.

Quais as melhorias já feitas na cidade durante este tempo?

Nós temos cuidado, de forma especial, das estradas do interior. Estamos aplicando Revsol, que é um produto que dá qualidade, durabilidade e boas condições às estradas. Estamos com obras de pavimentação na sede, com reforma de quadras, finalizando a nova orla de Castelhanos e fazendo a nova orla da Praia Costa Azul, em Iriri.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Quais as ações que o senhor gostaria de já ter executado, mas ainda não conseguiu?

Gostaria de fazer todas as orlas. Ainda temos a de Ubu para ser feita, que é a nossa próxima meta.

Como tem se dado à aceitação da população neste segundo mandato? De que maneira a municipalidade tem sentido essa aceitação?

Tenho que agradecer muito à população de Anchieta, que entendeu o momento ruim que passamos com o fechamento da Samarco, nos apoiou nas ações e hoje vê que esse apoio não foi em vão. Estamos entregando, a cada dia, uma Anchieta melhor para se viver.

Qual a relação que o Executivo estabeleceu com o Legislativo nesses 100 dias de governo? Essa relação tem sido satisfatória ao Executivo?

Tenho uma ótima relação com a Câmara. Os vereadores têm sido parceiros do Executivo, respeitando obviamente a independência dos poderes. Quando todos caminham para o bem comum o resultado é sempre benéfico.

Como a administração está trabalhando para amenizar os impactos na economia e na gestão pública?

Nosso desafio tem sido manter um equilíbrio entre salvar vidas e cuidar da economia. É isso que temos feito: adequando as medidas restritivas e procurando o mínimo de impacto em nossa economia. Não tem sido fácil, mas estamos conseguindo avançar dentro das limitações que a pandemia e as medidas restritivas nos impõem.

O senhor pensa que as movimentações políticas em torno das eleições 2022 devem afetar o governo municipal?

Não estou preocupado com isso agora. Estamos cuidando de salvar vidas e equilibrar a nossa economia.

O que o cidadão pode esperar de sua administração nos próximos meses

Muito trabalho e transparência. Foi assim no primeiro mandato e será também no segundo. No primeiro mandato, nosso maior desafio foi salvar a economia. Conseguimos. Agora temos um desafio diferente que é vencer a pandemia. Tenho fé em Deus que também conseguiremos.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].