Segurança

Trans assassinada com cinco tiros na Safra, divisa de Cachoeiro com litoral, é identificada pela polícia

COMPARTILHE
Foto: Reprodução / Facebook
13697
Advertisement
Advertisement

O corpo da transexual encontrado em uma estrada de chão na manhã desta quinta-feira (4), na Safra, localidade limítrofe entre Itapemirim e Cachoeiro de Itapemirim, é de Mikelly Câmara, 25 anos, segundo afirmou a Polícia Civil.

Continua depois da publicidade

Pablo Ferreira da Silva – nome de Mikelly no registro civil – morava no bairro União, em Cachoeiro de Itapemirim.

Mikelly, também conhecida como Moneti, tinha cinco perfurações provocadas por arma de fogo, sendo duas no rosto, uma no pescoço e uma perfuração em cada mão. Quem acionou os policiais foi um agricultor que passava pelo trecho, que liga Cachoeiro a Marataízes, por volta das 8h30, e viu a transexual caída ao chão, sem sinais de vida.

Foto: Aqui Notícias

A motivação para o crime e a autoria ainda são investigadas pela Delegacia Regional de Itapemirim, que informou ter iniciado as apurações logo após o corpo ter sido localizado. A perícia acredita que os tiros tenham sido efetuados em curta distância e no mesmo local onde a vítima foi encontrada. As capsulas das munições não foram localizadas.

Continua depois da publicidade

O corpo foi recolhido pela perícia da Polícia Civil e levado para o Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim. Quem tiver informações que possam ajudar a polícia na elucidação do caso pode repassar por meio do 181, não é preciso se identificar.

 

Advertisement
Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].