Política Regional

Deputado cobra novo auxílio aos micros e pequenos empresários no Espírito Santo

COMPARTILHE
Divulgação
269
Advertisement
Advertisement

A crise enfrentada por micros e pequenos empresários, responsáveis aproximadamente por mais de 50% dos empregos formais no país, foi tema abordado na sessão ordinária híbrida da Assembleia Legislativa (Ales) da última terça-feira (9).

Continua depois da publicidade

O assunto foi comentado pelo deputado Sergio Majeski (PSB), que sugeriu que o Governo do Estado socorra esse segmento da economia, bastante impactado pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus. O parlamentar também propôs que seja criada uma complementação para o auxílio emergencial federal para as pessoas carentes.

Majeski apontou que, tanto o Governo Federal quanto o Estadual, têm prerrogativas para criar mecanismos de auxílio à população mais carente, inclusive para os donos de pequenos empreendimentos.

O deputado ressaltou, ainda, que é necessário seguir as regras sanitárias para tentar frear o avanço do novo coronavírus. “Mas ao mesmo tempo as pessoas precisam sobreviver, tanto os micros e pequenos empresários como as pessoas mais carentes, sobretudo. Hoje temos mais de 13 milhões de desempregados no país”, ressaltou.

Continua depois da publicidade

A tramitação de projeto que cria um novo auxílio emergencial também foi abordada por Majeski, que considerou o valor muito baixo. “Se o Governo Federal aprovar o auxílio em cerca de R$ 250, o Estado do Espírito Santo poderia criar uma complementação de R$ 50, R$ 70”, sugeriu.

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].